Home Política Prefeitura e Agetop vão recapear linhas de ônibus de 27 bairros

DA REDAÇÃO

Foram iniciadas no Bairro de Lourdes as frentes de trabalho para recapeamento asfáltico das principais linhas de ônibus de 27 setores de Anápolis. A obra, viabilizada por meio de convênio entre a Prefeitura de Anápolis e a Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), no valor de R$ R$ 6.686.190,07, foi inspecionada na última terça-feira (15), pelo prefeito João Gomes (PT) e o presidente do órgão estadual, Jayme Rincón, que acompanharam de perto o início das intervenções no bairro.
Também estavam presentes o deputado federal eleito Alexandre Baldy (PSDB), vereadores e o secretário municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Leonardo Viana, que explicou o modo de execução do trabalho. “Esta obra vem de todo um planejamento e acreditamos que vai resolver um grave problema nas principais vias destes bairros o que resultará, inclusive, na redução considerável de custos com tapa-buracos por causa da qualidade dos serviços”, afirmou o secretário.
Quem também aprovou a realização da obra foi a dona de casa Carmelita Moreira, que é moradora do Bairro de Lourdes há 43 anos. “Esta obra dá mais qualidade de vida a nós moradores e comerciantes. Nosso bairro tem sido muito valorizado pela prefeitura”, confirmou. A obra faz parte de um projeto da administração municipal – Gestão de Pavimentos do Muni­cípio – que prevê a recuperação de toda a malha asfáltica da cidade ao longo da administração.
Com esses recursos – R$ 4 milhões repassados pelo governo estadual e R$ 2,6 milhões de contrapartida do Município –, será possível recuperar 376.092 mil metros quadrados de asfalto nesta frente de trabalho específica. “Com dinamismo junto à Prefeitura de Anápolis, vamos continuar levando benefícios à cidade, para que ela continue sendo referência para o Estado”, disse o presidente da Agetop, Jayme Rincón.
O prefeito João Gomes é enfático ao dizer sobre a importância de Anápolis no cenário estadual, o que credita a cidade a celebrar parcerias e convênios que revertam em obras para o município, dentre elas a recuperação da malha viária da cidade. “A recuperação da malha asfáltica é uma de nossas prioridades. Temos muitos projetos prontos para atender mais setores de Anápolis, levando, cada vez mais, qualidade de vida aos nossos moradores”, destacou o prefeito.
De acordo com cronograma da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, a previsão é de que o serviço seja completamente finalizado em seis meses. Do Bairro de Lourdes, a frente de serviço passa para os setores Tropical, Parque Brasília e Jundiaí. Essa fase está prevista para ser concluída no prazo de 15 dias.

Erosão
Na última quinta-feira (16), o prefeito João Gomes e os secretários Leonardo Viana e Francisco Costa (Meio Ambiente), juntamente com os vereadores Jean Carlos (PTB) e Sargento Pereira Júnior (PSL), vistoriaram a erosão da Rua Leopoldo de Bulhões, na região central de Anápolis, que receberá, nas próximas semanas, intervenções para a resolução do problema que se arrasta há décadas.
A visita teve o intuito de acompanhar de perto as informações para a realização do projeto que, de acordo com o secretário Leonardo Viana, está orçado em mais de R$ 4 milhões e será executado com recursos do Município. O secretário ainda mencionou os detalhes do projeto que, após o início efetivo da obra, tem previsão para ser realizado em 90 dias.
“Serão realizados o estaqueamento metálico, o reforço do solo com atirantamento, que é um dos métodos mais modernos de contenção. Além da construção de muro de sustentação e ainda a drenagem do lençol freático da região”, afirmou o secretário, dizendo que os procedimentos são semelhantes aos das construções das trincheiras das avenidas Universitária e Brasil. Caberá à Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizar o licenciamento e acompanhamento da obra que fica próxima a uma das nascentes do Córrego Catingueiro, segundo Francisco Costa.
O prefeito João Gomes destacou que, desde o início de sua gestão, tem dedicado atenção à resolução desta erosão em específico. “Foram mais de cinco meses dedicando esforços junto às equipes da prefeitura para que possamos garantir uma obra que tenha função, atendendo e dando segurança a toda a população desta região”, afirmou.

Deixe um comentário