Ad
Home Sem categoria Preso pedreiro suspeito de cometer ao menos sete estupros

Um pedreiro de 32 anos foi apresentado nesta quarta-feira (27/05) pela Polícia Civil suspeito de cometer pelo menos cinco estupros em Goiânia. As vítimas são meninas entre 12 e 15 anos. De acordo com a polícia, o homem confessou que, antes de cometer os crimes, questionava se as garotas eram virgens, pois sentia mais prazer em caso positivo.

Ele foi preso em flagrante pela Polícia Militar no domingo (24/05), após roubar um celular. Depois da prisão, a polícia cruzou os dados do suspeito com uma investigação que já estava em andamento na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

“Desde o ano passado investigamos vários crimes de estupro com características semelhantes, cometidos na região sudoeste, e já trabalhávamos com a hipótese de ser um único autor. Após a prisão, fizemos um levantamento e localizamos diversos objetos na residência dele, como o capacete descrito pelas vítimas, capa de chuva, e até uma blusa roubada de uma das vítimas”, conta a delegada responsável pela investigação, Paula Meotti.

Depois, o suspeito passou por reconhecimento facial, quando foi identificado por quatro vítimas. Entretanto, a polícia seguirá as investigações porque o homem afirmou que se lembra de ter cometido até seis estupros há pelo menos um ano.

Segundo a delegada, o suspeito é pedreiro e afirmou que, apesar de não precisar do dinheiro por ter rendimento mensal médio de R$ 3 mil, costumava cometer pelo menos três roubos por semana. “Já os estupros ele disse que cometia quando tinha a oportunidade, quando estava em uma rua deserta ou não achava que seria pego”, afirma.

Meotti afirma que deve indiciar o suspeito por estupro qualificado e roubo. Até a publicação desta reportagem, ele permanecia na DPCA, mas com a previsão de ser transferido em breve a outra cela.

Deixe um comentário