Ad
Home Destaques Zeca Camargo questiona comoção por morte de Cristiano Araújo e revolta fãs

Zeca Camargo ofendeu fãs e artistas da música sertaneja, questionou a comoção em torno da morte de Cristiano Araújo, chamou a cultura brasileira de pobre e disse que os brasileiros deveriam adorar ídolos de verdade, citando Michael Jackson e princesa Diana. Tudo isso em um texto que foi narrado em uma crônica no último domingo (28/6), no Jornal das Dez, na Globo News.

Além de dizer que Cristiano não era conhecido nos grandes centros e só fazia sucesso no interior, Zeca ironizou as condolências e comoções de fãs e não fãs do cantor. “De uma hora para outra, fãs e pessoas que não tinham ideia de quem era Cristiano Araújo partiram para o abraço coletivo”, declarou.

As declarações do ex-apresentador do Fantástico e do Vídeo Show fizeram com que muitos fãs do cantor e outros artistas criticassem os posicionamentos do jornalista. Como se tudo isso já não bastasse para atrair a ira de quem sentiu a morte do cantor sertanejo, Zeca continua com a série de provocações quando comparou a união nacional em solidariedade pela morte de Cristiano com a moda dos livros de colorir, que chamou de sem emoção e sem propósito.

Zeca ainda criticou a cobertura da mídia, (a Globo cancelou filme da Sessão da Tarde e “invadiu” o Vídeo Show para acompanhar ao vivo o desenrolar dos fatos) e chamou de “cobertura insana da mídia”.

Confira a seguir o vídeo com o texto de Zeca Camargo:

 

Deixe um comentário