Home Cidades Projeto prevê concha acústica na Praça Americano do Brasil

Prefeitura busca verba para revitalizar a chamada Praça do Avião, já que antiga Estação Ferroviária terá melhorias em breve, assim que for concluída demolição do Terminal Urbano 

LUIZ EDUARDO ROSA

O esboço inicial da revitalização da Praça Americano do Brasil, no Centro, que acompanhará as obras de recuperação da antiga Estação Ferroviária, liberada à população após a demolição do Terminal Urbano 2, foi apresentado no Fórum Permanente de Cultura de Anápolis, no último sábado de junho (27), por membros do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico.

A partir deste esboço haverá uma série de avaliações da viabilidade do projeto. O JE teve acesso às imagens desse primeiro projeto, que ilustram essa reportagem.

Após a derrubada do Terminal 2, começa a restauração da Estação Ferroviária Prefeito José Fernandes Valente. A concorrência pública para escolha da empresa que executará os trabalhos deve ser aberta nesse mês de julho.

Para dar visibilidade e acesso adequado ao patrimônio histórico, a Praça Americano do Brasil foi envolvida na proposta de revitalização. A prefeitura também pretende aproveitar essas intervenções para fazer alterações no trânsito da região.

“A ideia é que sejam trabalhadas juntas, Estação e Praça”, confirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Ceser Donisete Pereira. A verba e os encaminhamentos para a restauração da Estação já se encontram em curso, porém ainda não há cogitação de recursos e prazos para a Praça.

Mesmo sem a previsão de recursos e do prazo para entrar em processo licitatório, a equipe da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT) realizou um primeiro esboço do traçado das vias ao redor da Praça e da Estação, como também propôs alguns itens para a revitalização do logradouro.

Um primeiro aspecto observado foi a questão da visibilidade da Estação e o acesso reforçado para o pedestre. Em diversos pontos pode se observar faixas estilizadas e apropriadas para o trânsito de pedestres, inclusive tendo em vista a acessibilidade a deficientes físicos.

Uma extensão da Praça Americano do Brasil desfaz a ambiguidade existente atualmente na confluência de quatro ruas, com grande de circulação de pedestres devido o comércio local, disputando espaço com os ônibus em seu acesso ao Terminal 1 e veículos de passeio.

Outra observação pretendida pelo projeto é destinar uma faixa exclusiva para ônibus, de maneira a facilitar o desembarque no logradouro e manter um corredor livre enquanto houver atividade no Terminal 1. A arborização é uma tendência das últimas praças construídas no município e no esboço está amplamente presente, seguindo a visão de um “pulmão” dentro na zona central da cidade.

Outra proposta presente é quanto a utilização do logradouro, foi sugerido um espaço com passeios para circulação de pedestres, espaços de socialização (bancos, conjuntos de mesas e cadeiras) e também as bases para um local de eventos. No sentido de se aproveitar a Praça Americano do Brasil para promoção de eventos, é proposto um palco com concha acústica removível e espaço para montagem de bancas, como também disposição de mesas e cadeiras móveis.

A equipe da CMTT foi contatada pela reportagem para falar desse primeiro projeto, mas não houve o retorno até o fechamento desta edição.

2 Respostas a este post
  1. Têm que ser feita uma pista de caminhada ao redor da praça, vários locais em Anápolis têm local pra fazer caminhada, o Centro é um dos poucos locais que não têm.

  2. “A equipe da CMTT foi contatada pela reportagem para falar desse primeiro projeto, mas não houve o retorno até o fechamento desta edição.”

    É que segundo a própria companhia, em contato que fiz há uns 5 anos, saiu do espaço to piche, não é com eles…

    Óbvio que não sabem o que é “trânsito”.

Deixe um comentário