Ad
Home Destaques Joice Silva conquista 1º ouro do Brasil na história da luta olimpica

O famoso jargão “de virada é mais gostoso” encaixou bem para Joice Silva. A brasileira saiu perdendo por 5 a 0, mas conseguiu virar o combate que valia a medalha de ouro da categoria até 58kg da luta olímpica. Com o resultado, conquistou na quinta-feira (16/07) a primeira medalha de ouro da história do Brasil na modalidade.

Depois de ser bronze na competição em 2011, ela melhorou seu desempenho e conseguiu bater a rival cubana Yakellin Estornell por 6 a 5. O resultado garante ao Brasil o terceiro lugar no quadro de medalhas ao término de mais um dia de Jogos Pan-Americanos. É o 18º título do Brasil em Toronto, que empata em número de ouros com os cubanos, mas tem mais pratas.

– Não me preocupei com o placar, quis ir de um e um. Não senti o peso do 5 a 0. Meus técnicos estavam gritando muito. Eu sempre pensava que eu tinha marcar mais e mais, e consegui virar – disse a lutadora.

A cena do pódio foi marcante. As lágrimas escorreram dos olhos de Joice, que parecia não acreditar que estava ouvindo o hino nacional:

– Eu estava me vendo realizada, realizando uma imagem que já tinha passado na minha cabeça algumas vezes – disse Joice, que chorou bastante no pódio.

No primeiro round, a cubana começou muito melhor e abriu 1 a 0 nos primeiros segundos e, logo em seguida, conseguiu um golpe de mais quatro pontos. Mesmo com 5 a 0 contra, a brasileira partiu para o ataque e, em dois movimentos, diminuiu para 5 a 4. No segundo round, a brasileira conseguiu mais dois pontos e garantiu a medalha de ouro.

A campanha começou com vitória sobre a mexicana Alejandra Romero por 2 a 1 nas quartas de final. Na sequência, o triunfo foi contra a peruana Yanet Sovero por 5 a 3. Joice era uma das favoritas ao pódio, já que no campeonato das Américas da modalidade, em abril, ela havia ficado com o título.

Na história da luta brasileira, o país havia conquistado cinco pratas e três bronzes. Nesta quinta-feira, o Brasil levou mais um bronze, o quarto da história, com Davi Albino, na categoria até 98kg.

(Com Globo.com)

Deixe um comentário