Ad
Home Últimas Notícias Menor xinga mãe de colega e é morto em centro de internação

Um adolescente de 17 anos foi morto nesta quarta-feira (19/08) após ser enforcado com um lençol no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Luziânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi morta por ter xingado a mãe de um colega, desrespeitando uma regra imposta entre os próprios menores que estão apreendidos no local.

O delegado Marcus Brenner, responsável pelo caso, disse que, inicialmente, a intenção era somente punir a vítima e não matá-la. Porém, como a rixa era grande entre eles, o homicídio acabou sendo cometido.

“[Eles] combinaram de asfixiar a vítima até que ela desmaiasse, não morresse, perdesse apenas a consciência e soltariam o lençol. Dessa forma ele ficaria em paz porque teria cumprido a medida punitiva dos internos. Só que a desavença era tão grande, que eles resolveram ceifar a vida da vítima”, explica.

Quatro internos prestaram depoimento no caso e um deles, de 18 anos, confessou o ato infracional. Porém, o delegado diz que ainda não encerrou as investigações.

“O caso não está fechado. Não tenho a autoria definida. Estou buscando elementos informativos para que possamos apontar com precisão o autor dos fatos”, informa.

A Secretaria Cidadã, responsável pelo Case, informou que já determinou a instauração de um inquérito interno para apurar o caso.

Situação precária
Esta é a segunda morte no Case de Luziânia somente neste ano. Em abril, outro menor, de 15 anos, foi morto da mesma forma. Ele foi enforcado com um lençol após xingar a mãe de um colega.

Para o delegado, a situação precária da unidade contribuiu para que atos semelhantes ocorram. “O cenário estabelecido é muito complicado, são muitos interno em rixa um com o outro. Volta e meia esses casos de violência acontecem, são rotineiros, isso não é novidade”, afirma.

morte-2

Deixe um comentário