Home Cidades Governo renova ajuda às filantrópicas anapolinas  

Em discurso, Irmã Rita Cecília, da Fasa, observou que estavam ali pessoas que colocam o coração a serviço dos pobres. “Estamos diante de pessoas que têm o coração em Deus”, disse

JOÃO AQUINO

Especial para o JE

A Secretaria Estadual da Mulher, do Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho (Secretaria Cidadã), convocou as entidades filantrópicas de Anápolis, beneficiadas pelos programas de concessão de subsídios sociais do programa Renda Cidadão, para a assinatura da renovação do termo de cooperação técnica, visando a isenção do pagamento das tarifas de água e energia elétrica e o auxílio financeiro para fornecimento de pão e leite às famílias carentes atendidas pelas entidades cadastradas e regulares nas suas prestações de contas. A solenidade aconteceu na terça-feira (29), no anexo da Secretaria Cidadã, no Setor Leste Universitário, em Goiânia.

A mesa diretora dos trabalhos foi presidida pela secretária Lêda Borges de Moura, que no ato representou o governador Marconi Perillo; pelo superintendente executivo de Assistência, Desenvolvimento Social e do Trabalho da Secretaria Cidadã, Edgar Lourencini; pela superintendente executiva dos Direitos Humanos, ex-deputada estadual Onaide Santillo; pelo coordenador de apoio às entidades Juraci Pereira de Araújo e pela vice-presidente das Santas Casas de Misericórdias de Goiás e diretora da Santa Casa de Anápolis, Maria da Glória Fernandes Coelho, a nossa Irmã Rita, que representou ali todas as entidades filantrópicas presentes no evento.

Falando em nome das entidades, Irmã Rita saudou todos os presentes, observando que ali estavam pessoas que colocam o coração a serviço dos pobres, buscando ajuda para prestação de serviços àqueles que precisam. Ela pontuou: “Nós estamos aqui diante de pessoas que têm o coração em Deus” e reconheceu o trabalho social da ex-deputada estadual e ex-primeira-dama de Anápolis Onaide Santillo, na assistência à mulher, aos idosos e às crianças necessitadas em sua trajetória. Irmã Rita agradeceu o empenho o trabalho dedicado em favor dos pobres da secretária Lêda Borges que, segundo ela, acontece há muitos anos e é feito por vocação.

A superintendente Onaide Santillo agradeceu, em nome da cidade de Anápolis, o trabalho das entidades ali representadas, algumas das quais ela viu nascer e crescer na atuação social. Ela enalteceu a força, a seriedade e a dedicação da secretária Lêda Borges, que faz com que a Secretaria Cidadã caminhe célere levando benefícios, assistência social a todo o Estado de Goiás. Onaide, ao referir-se ao superintendente Edgar Lourencini, lembrou que ele é quase um anapolino, visto que estabeleceu laços familiares na cidade. Ele foi genro do saudoso João Cunha, que exerceu a função de vice-prefeito em um dos mandatos do ex-prefeito Adhemar Santillo. Onaide também fez questão de agradecer ao coordenador Juraci e toda a sua equipe, que fez as visitas e mobilizou as entidades, com respeito e carinho.

Edgar Lourencini, superintendente de Assistência, Desenvolvimento Social e do Trabalho da Secretaria Cidadã, elogiou o trabalho das entidades filantrópicas de Anápolis, notando que muitas das pessoas ali presentes dedicam a vida inteira às famílias carentes da cidade, através das 42 entidades que, segundo ele, não representam nenhum gasto para o Governo de Goiás, mas um investimento de aproximadamente R$ 243 mil por mês, que são aplicados integralmente pelas entidades na ajuda às pessoas que precisam, fato que tem o reconhecimento do governador Marconi Perillo.

A deputada estadual licenciada e secretária Cidadã Lêda Borges, agradeceu o atendimento que as entidades deram ao chamamento feito pela secretaria e disse que o governador Marconi Perillo a escolheu para dirigir uma pasta humana, que atende às necessidades básicas das famílias mais carentes de Goiás. Ela agradeceu a superintendente Onaide Santillo, observando que o Governo de Goiás encara os direitos humanos para além do direito apenas dos encarcerados, mas estende este conceito ao direito que as pessoas têm à alimentação, à assistência social e à dignidade. Ela anunciou que, a partir do próximo ano, estão reservados recursos na ordem de R$ 200 mil para a capacitação técnica dos gestores das entidades.

Encerrando a solenidade, os representantes das entidades filantrópicas de Anápolis foram convidados a assinar os termos de cooperação técnica. Entre as instituições representadas estavam a Apae, Morhan, Santa Casa de Misericórdia, Casa da Criança, Hospital Espírita de Psiquiatria, LBV, dentre outras.

 

Deixe um comentário