Ad
Home Últimas Notícias Aeronave que caiu em Trindade deixou três mortos

Montagem

O empresário Murilo Occhiena testemunhou a queda do avião que deixou três pessoas mortas, em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. Ele estava em uma fazenda próxima a onde ocorreu o acidente e notou que havia algo estranho com a aeronave. “Ela acelerava e desacelerava. Percebi que não estava normal. Vi que quando estava caindo, parecia que buscava um lugar para pousar”, disse.

A queda ocorreu na tarde de domingo (6), em uma região de mata fechada. Da varanda do imóvel onde estava, Murilo afirmou que viu o avião passar perto do local pelo menos três vezes. No momento do acidente, chovia muito.
“No primeiro momento, eu não vi, só ouvi. Ele passou a primeira vez baixo e comentei sobre o barulho porque estava próximo. Na segunda vez, voltou a passar em cima da casa. Na terceira vez, peguei ele no finalzinho da curva, passando por cima da rede de alta tensão e caindo na mata”, conta.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, morreram o piloto, Marcelo de Sá Pinheiro, de 45 anos, e os dois passageiros, Elton Ramos da Silva Cruz, de 19 anos, e Kayo Teles da Silva, de 20.

Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o avião, prefixo PT – VNC, PA32, estava apto para voar. Ele decolou da cidade de Palmeiras de Goiás, no oeste do estado, com destino ao Aeroclube Nacional de Aviação de Goiás, na capital. A queda ocorreu por volta de 11h30.

Segundo a capitã dos bombeiros Helaine Vieira Santos, foi complicado chegar até a aeronave. “O lugar onde a aeronave caiu é de difícil acesso, uma mata bem fechada. É possível perceber que ele veio quebrando as árvores mais altas até cair no chão”, disse.

Investigadores do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa VI) devem chegar ao local para iniciar a perícia do avião na manhã desta segunda-feira.

Velórios
Os corpos das vítimas foram levados ao Instituto Médico Legal de Goiânia (IML), de onde foram liberados entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira (7). Elton está sendo velado na sala de uma funerária em frente ao Cemitério Parque, na capital. O horário do sepultamento não foi informado.

Já os corpos de Marcelo e Kayo são velados na capela do Cemitério Jardim das Palmeiras, também em Goiânia. Por volta das 10h, o corpo de Marcelo deve ser levado à cidade de Goiás, onde será enterrado. Já o sepultamento de Kayo está previsto para as 11h.

Deixe um comentário