Home Polícia Novo posto garante à PRF fiscalização mais eficiente

DSC_0059

Mais ampla e bem estruturada, unidade é edificada pela Triunfo Concebra e tem previsão de ser entregue já no próximo mês de março. Investimento anunciado é da casa dos R$ 3,7 milhões

LUIZ EDUARDO ROSA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) terá novo posto em uma área distante cerca de quatro quilômetros do atual, que será desativado. O investimento na construção, uma contrapartida da Triunfo Concebra, empresa concessionária da BR-060, é da ordem de R$ 3,7 milhões e tem previsão de entrega para o próximo mês de março. Com o nova estrutura, situada em posição mais estratégica, a expectativa é otimizar a fiscalização, reduzindo a possibilidade de utilização de vias secundárias para driblar a ação dos agentes.
“Nas atividades de fiscalização teremos um ganho muito grande. Nossa delegacia terá melhores condições para acompanhar as quatro rodovias federais e os 490 quilômetros de malha, além de minimizarmos os problemas com os desvios”, explica Alessandra Carneiro. Segundo a inspetora da PRF, o posto atual não oferece as condições ideais de trabalho “tanto para fiscalizar quanto em segurança, sem contar o fato de haver inúmeros desvios por bairros vizinhos”.
O novo posto terá rampa de fiscalização para veículos de grande porte com carga, o que não acontece no atual. Serão implantadas áreas de acessibilidade para deficientes físicos e estacionamento amplo para o usuário parar seu veículo e tirar dúvidas. Também serão colocadas barreiras eletrônicas com limitador de velocidade (40 Km/h) para resguardar a segurança dos policiais ao realizarem blitzen e operações na pista. A delegacia da PRF também será acoplada ao espaço, que tem área total de 343 m2.

Desvios
Dentro das atividades de grande relevância na região está o combate ao tráfico de drogas e o roubo de cargas. O posto em funcionamento hoje está cercado por vários bairros em função do crescimento da cidade. Com isso, uma série de vias possibilitam desvios que facilitam as ações criminosas e a passagem de motoristas em condições irregulares – embriagados, sem documentação, itens de segurança ou veículos danificados. “Pela quantidade do efetivo, não temos como diluir ou pulverizar a ação nos vários desvios da região”, alega Alessandra.
Outro problema presente no atual posto é a quantidade de carros apreendidos. São veículos que foram deixados pelos proprietários ao longo dos anos e que se acumularam. De acordo com a inspetora Alessandra Carneiro, com a construção do novo posto em breve serão realizados leilões para encaminhar esses veículos. A meta é que 30% deles sigam para o pátio das novas instalações.

Defasagem
O espaço utilizado hoje foi construído em 1970, no Km 90 da BR-060 e, conforme Alessandra Carneiro, está em situação de defasagem há anos. Diretriz recente do Departamento Nacional da Polícia Rodoviária Federal determina as melhorias nos postos de fiscalização, para garantir condições de trabalho mais efetivas sobre a malha rodoviária.

Deixe um comentário