Ad
Home Destaques Agetop alerta sobre condições das rodovias goianas

20-06-2013-Rodovia dos Romeiros Trindade Fotos Eduardo Ferreira

20-06-2013-Rodovia dos Romeiros Trindade Fotos Eduardo Ferreira

A Agência Goiana de Transportes e Obras executa serviços de conservação nos trechos que integram as rotas turísticas do Estado. O programa Rodovida Manutenção trabalha para garantir a trafegabilidade. O plantão da Agetop segue com reparos localizados na pista, roçagem, limpeza e drenagem nas margens das rodovias.

A Agência alerta para o aumento do fluxo de veículos e para a atenção ao dirigir, mantendo sempre a velocidade permitida e obedecendo a sinalização. Confira aqui as condições das rodovias estaduais das rotas de acesso aos principais pontos turísticos de Goiás, saindo de Goiânia:

– CIDADE DE GOIÁS: 131 km e ARUANÃ: 312 km
Pegar a GO-070, no sentido Goiás. Na cidade, acessar a GO-164, passar por Faina e chegar a Araguapaz. De Araguapaz, pegar a GO-530 até Aruanã.

Situação:
-Goiânia-Itauçu: trecho bom (pista dupla);
-Inhumas-Itaberaí-Trevo de Mossâmedes: trecho bom (obras de duplicação);
-Trevo de Mossâmedes-Cidade de Goiás: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
-Cidade de Goiás-Araguapaz: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
– Araguapaz-Aruanã: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação).

– CALDAS NOVAS: 165 km e RIO QUENTE: 175 Km
Sair pela GO-020 até Bela Vista. Após sete quilômetros pegar a GO-147, passar por Piracanjuba e seguir até Morrinhos. Na cidade acessar a GO-213. Nessa rodovia, caso queira seguir para Rio Quente, percorrer cerca de 30 quilômetros e pegar a GO-510 até o destino. Caso queira seguir sentido à Caldas Novas continuar na GO-213.

Situação:
-Goiânia-Bela Vista: trecho bom (obras de duplicação);
-Bela Vista-Piracanjuba: trecho bom, reconstruído;
-Piracanjuba-GO-213: trecho bom;
-GO-213-Caldas Novas: trecho bom, que requer cuidados (obras de duplicação);
-GO-213-Rio Quente: trecho bom.

– ARAGARÇAS: 398 km

Saída pela GO-060 até Piranhas. Na cidade pegar a BR-158, passar por Bom Jardim de Goiás, até Aragarças.

Situação:
-Goiânia-Firminópolis: trecho bom (reconstruído, pista dupla até Trindade), no entanto, há um desvio temporário para veículos pesados que deverão seguir pela GO-050 em Trindade, até Palmeiras de Goiás e, trafegar pela GO-156 até Nazário;
-Firminópolis-São Luís de Montes Belos: trecho bom;
-São Luís de Montes Belos-Iporá: trecho danificado (serviços de conservação);
-Iporá-Piranhas: trecho bom.

– BURITI ALEGRE: 178 km
Saída pela BR-153 em direção a Morrinhos. Ainda na BR-153, após 15 quilômetros de Morrinhos, pegar a GO-419 até Buriti Alegre. Outra opção é continuar pela BR-153 e, após sete quilômetros de Goiatuba, pegar a GO-210 até Buriti Alegre.

Situação:
-Buriti Alegre: os dois roteiros mencionados contém buracos esporádicos (serviços de conservação).

– JARAGUÁ: 97 Km e MINAÇU (BARRAGEM SERRA DA MESA): 487 km
Saída pela GO-080. Passar por Nerópolis em sentido São Francisco de Goiás. Após São Francisco pegar a BR-153 até Jaraguá. Para os que desejam ir para Minaçu, seguir pela BR até Santa Tereza de Goiás. Em Santa Tereza, pegar a GO-241 e seguir para Minaçu. Para os que têm como destino a Barragem Serra da Mesa, na cidade de Minaçu pegar o acesso à Barragem.

Situação:
-Goiânia-Nerópolis: trecho bom (pista dupla);
-Nerópolis-Petrolina—São Francisco de Goiás-BR-153: trecho deteriorado, com desvios, requer atenção (obras de duplicação);
-Santa Tereza de Goiás-Campinaçu-Minaçu: trecho bom, reconstruído.

Pirenópolis Foto: Eduardo Ferreira
Pirenópolis
Foto: Eduardo Ferreira

– PIRENÓPOLIS: 118 km
Saída pela BR-060 até Anápolis. Em Anápolis seguir pela BR-414 em direção a Planalmira. No distrito pegar a GO-338, até Pirenópolis.

Situação:
GO-338 – Pirenópolis: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação).

– ALTO PARAÍSO: 425 km e CAVALCANTE: 558 km
Saída de Goiânia pela BR-060 em direção a Anápolis. No município, prosseguir até Brasília. Em Brasília, seguir na direção de Planaltina pelas GO’s 534/430 e pegar a GO-118 no sentido de Alto Paraíso de Goiás. Caso o destino seja Cavalcante, continuar na rodovia até Teresina de Goiás, e pegar a GO-241, até chegar ao destino.

Situação:
-Divisa GO-DF-São João D’Aliança: trecho bom, reconstruído;
-São João D’Aliança-Alto Paraíso: trecho bom, reconstruído;
-Alto Paraíso de Goiás -Teresina de Goiás: trecho bom, reconstruído;
-Teresina de Goiás – Cavalcante: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação).

– TRÊS RANCHOS: 292 km
Sair pela rodovia GO-020, e passar por Bela Vista até Pires do Rio. Nesta cidade, pegar a GO-330 até Três Ranchos.

Situação:
-Goiânia-Bela Vista: trecho bom, que requer cuidados (obras de duplicação);
-Bela Vista-Pires do Rio: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
-Pires do Rio-Três Ranchos: trecho danificado (serviços de conservação).

– GOIANÉSIA: 198 Km
Pegar a GO-080 até a BR-153 no sentido de Jaraguá. Nesta cidade pegar a GO-080 até Goianésia.

Situação:
-Goiânia-Nerópolis: trecho bom (pista dupla);
-Nerópolis-Petrolina-BR-153: trecho danificado e com desvios. Requer cuidados (obras de duplicação);
Jaraguá-Goianésia – trecho bom.

Formosa (Salto do Itiquira)
Formosa (Salto do Itiquira)

– SALTO DO ITIQUIRA: 316 km
Saída pela BR-060 até Anápolis. Em Anápolis prosseguir na BR-060 até Brasília. Seguir para Formosa na BR-020 e, na cidade, pegar a GO-116 até Salto de Itiquira.

Situação:
-Formosa-Salto do Itiquira: trecho bom, reconstruído.

– SÃO SIMÃO: 415 km
Saída pela BR-060 até Rio Verde. Em Rio Verde pegar a BR-452. Em seguida pegar a GO-164 (Quirinópolis) e seguir até Paranaiguara. Nesta cidade acessar a BR-364 até chegar em São Simão.

Situação:
-GO-164-Quirinópolis: trecho danificado (serviços de conservação);
-Quirinópolis-Paranaiguara: trecho danificado (serviços de conservação);

– LAGOA SANTA: 420 km
Sair pela BR-060 até Rio Verde. Na cidade, seguir pela GO-174 e posteriormente pegar a GO-422 até Aparecida do Rio Doce. Nesta cidade à esquerda, entrar na BR-364, para em seguida, acessar a GO-206 (Caçu). Nesta rodovia seguir por Caçu, Itarumã e Itajá até Lagoa Santa.

Situação:
-GO-174 e GO-422 (Aparecida do Rio Doce): trecho deteriorado (serviços de conservação);
-BR-364/GO-206 (Caçu) até Itajá: trecho deteriorado (serviços de conservação com relação à rodovia estadual);
-Itajá-Lagoa Santa: trecho com buracos esporádicos.

– CHAPADÃO DO CÉU (PARQUE NACIONAL DAS EMAS): 470 km

Pegar a BR-060 até Jataí, em seguida pegar a GO-184 com sentido a Serranópolis e Itumirim. Na cidade pegar a GO-206 até Chapadão do Céu. Continuar na GO-206 até o Parque.

Situação:
-BR-364-Serranópolis-Itumirim: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação, com relação à rodovia estadual);
-Itumirim-Chapadão do Céu: trecho bom;
-Chapadão do Céu-Parque Nacional das Emas: trecho não pavimentado, danificado (serviços de conservação).

– PARAÚNA (PARQUE ESTADUAL DE PARAÚNA): 159 km
Pegar a GO-060 até Firminópolis. Depois virar à esquerda e pegar a GO-164 no sentido de Paraúna. Na cidade acessar a GO-050, para em seguida, pegar a GO-411 virar à direita indo até o Parque Estadual de Paraúna.

Situação:
-Goiânia – Firminópolis: trecho bom, reconstruído, porém, há desvio para Palmeiras de Goiás;
-Firminópolis–Paraúna: trecho bom, reconstruído;
-Paraúna-GO-411: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
-GO-411-Parque Estadual de Paraúna: trecho não pavimentado, danificado (serviços de conservação).

– CAIAPÔNIA: 345 km

Pegar a GO-060 de Goiânia até Iporá. Nesta cidade pegar a GO-221 até Caiapônia.

Situação:
-Goiânia-São Luís de Montes Belos: trecho bom, reconstruído, porém, há desvio para Palmeiras de Goiás;
-São Luís dos Montes Belos- Iporá: trecho danificado (serviços de conservação);
-Iporá -Caiapônia: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação).

– PARQUE ESTADUAL DE TERRA RONCA: 600 km
Pegar a BR-060 até Brasília. Acessar a BR-020, passar por Alvorada do Norte até Posse. Entrar na GO-108 e seguir até Guarani de Goiás. Na cidade seguir até o Parque.

Situação:
-Guarani de Goiás- Parque Estadual de Terra Ronca: trecho regular (não pavimentado).

– BANDEIRANTES: 460 km
bandeirantes rio araguaiaSair de Goiânia pela GO-070 até a Cidade de Goiás. Em seguida pegar a GO-164 em direção a Faina. Após Nova Crixás seguir cerca de 20 quilômetros e pegar a GO-239 até Bandeirantes.

Situação:
-Goiânia- Itauçu: trecho bom (pista dupla);
-Itauçu – Itaberaí – Trevo de Mossâmedes: trecho bom, que requer cuidados (obras de duplicação);
-Trevo de Mossâmedes – Cidade de Goiás: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
-Cidade de Goiás- Mozarlândia-GO-239: trecho com buracos esporádicos (serviços de conservação);
-GO-164-Bandeirantes: trecho danificado, que requer cuidados (obras de pavimentação).

Deixe um comentário