Home Política José de Lima tem um partido para chamar de seu

 José de Lima

MARCOS VIEIRA

 

O ex-deputado estadual José de Lima já tem um partido para chamar de seu. Ele anunciou durante a última semana que comandará o Partido Verde (PV) em Anápolis, garantindo legenda para o lançamento de sua candidatura a prefeito.

José de Lima está no PDT desde a fundação da agremiação na cidade, mas resolveu buscar novo rumo para sua carreira política a partir da certeza de que não encontraria apoio para uma cabeça de chapa na eleição deste ano.

O atrito com a direção do PDT começou em 2014, quando o anapolino decidiu apoiar a candidatura a deputado federal de Alexandre Baldy (PSDB), em detrimento de Flávia Morais. A parlamentar, que acabou reeleita, divide o comando do PDT em Goiás com o marido, o ex-prefeito de Trindade George Morais.

José de Lima acertou sua candidatura com a direção regional do PV, que lhe dará a presidência do partido em Anápolis. Ele deixou claro na quinta-feira (3), ao repórter Lucivan Machado, do Canal Anápolis e Rádio Manchester AM, que só não aceitou a proposta do PV antes porque estava preparado um grupo de aliados que poderia compor uma comissão provisória.

Nesta mesma entrevista, José de Lima foi direto e desconcertante ao falar do seu novo partido. “Não estou filiado, mas o partido já está na minha mão”, disse o pré-candidato a prefeito de Anápolis. Ao ser questionado se teria atropelado o atual presidente do PV, Delcimar Fortunato, o ex-deputado negou e até comentou que as portas seguem abertas no Partido Verde, mas que o grupo que até então comandava a sigla pode encontrar abrigo no PSL.

A menção de José de Lima deve-se ao fato de PV e PSL estarem, até então, sob o comando na cidade de grupos aliados. Recentemente, o JE questionou a presidente do PSL, Joyce Cristina Germano da Costa, sobre as pretensões para a eleição, e ela foi bem sucinta: “vamos estar junto com o PV”. Agora, com a entrada de José de Lima, essa aliança se desfaz.

José de Lima tem a missão de montar uma chapa competitiva de candidatos a vereador, embora o tempo seja curto. Ele admite que o mais provável é que o PV estará coligado com outra agremiação. Lima citou o PEN, do ex-vereador Domingos Paula de Souza, que havia convidado José de Lima para ser o candidato a prefeito do Partido Ecológico Nacional.

Quanto ao PDT, a tendência é que seja mantida a aliança com o prefeito João Gomes (PT). O presidente municipal do partido, vereador Paulo de Lima, irmão de José de Lima, é hoje líder do Executivo na Câmara Municipal e não esconde a proposta de caminhar ao lado dos petistas na disputa eleitoral.

 

Deixe um comentário