Home Política “Governo não desistirá de OSs nas escolas”

Governador-Marconi-em-Brasilia-(1)

 

DA REDAÇÃO

 

O governador Marconi Perillo afirmou, na última quinta-feira (7), em entrevista para veículos de comunicação, que o programa de gestão compartilhada de escolas com Organizações Sociais (OSs) prossegue sem alterações e, uma vez implantado, vai gerar resultados que aumentarão a demanda da comunidade pelo modelo. “Em hipótese alguma nós vamos recuar de uma boa ideia”, afirmou o governador.

Marconi destacou o bom resultado dos últimos meses na Segurança Pública, liderada pelo vice-governador, José Eliton, e as ações na Saúde contra o H1N1 e dengue. Em relação à Celg, explicou que a data do leilão depende do governo federal. Relembrou que o projeto de implantação do VLT está pronto, mas que só será colocado em prática quando houver recursos. Sobre a instabilidade política no País, desejou uma decisão rápida e sábia do Congresso Nacional.

“O Brasil não aguenta mais”, disse, para ressaltar que, independentemente do resultado, o governo renasça enxuto e eficiente. Marconi, porém, recusou-se a falar sobre eventual candidatura dele à presidência da República: “É um desserviço a Goiás e ao Brasil neste momento de crise; precisamos é ajudar o País a sair da crise”. E, mais uma vez, deixou clara sua confiança no projeto de gestão compartilhada com as OSs na Educação. “O que nós estamos propondo é uma mudança qualitativa na Educação”, afirmou o governador.

Processo

Há 15 dias, a Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte do Governo de Goiás confirmou que o processo de escolha das OSs que farão a gestão compartilhada nas 23 escolas estaduais da Subsecretaria Regional de Educação de Anápolis, foi zerado.

Das 20 Organizações Sociais habilitadas, 10 participaram do processo de análise, uma desistiu, quatro foram inabilitadas pela documentação e cinco progrediram e tiveram suas propostas técnicas analisadas. A Seduce informou que estabeleceu metas bem altas de qualidade, sempre discutindo isso ao longo do ano, que a exigência da qualidade técnica das Organizações Sociais. Nesse sentido, nenhuma delas foi classificada, portanto, o processo se encerrou nessa fase, no primeiro chamamento.

A Seduce também anunciou que o novo chamamento acontecerá a partir da reorganização técnica da Secretaria, que irá esclarecer alguns pontos que suscitaram dúvidas tanto na comunidade escolar quanto nas OSs. Segundo o governo, as próprias Organizações Sociais, por ser um projeto inédito, talvez não tenham amadurecido bem o que é a gestão compartilhada.

COMEMORAÇÃO DOS 44 ANOS DA BAAN

O governador Marconi Perillo participou na segunda-feira (4), da solenidade em comemoração ao 44º aniversário da Base Aérea de Anápolis (Baan). Ele foi recebido pelo comandante da unidade militar, tenente-coronel aviador Francisco Antunes Neto, e pelo comandante do 6º Comar, major brigadeiro Rogério Veras. Após o evento, Marconi ressaltou a importância da Baan para Anápolis e para Goiás. “Ela passará a ser, a partir de 2019, a mais importante Base Aérea do Brasil e a mais importante Base Aérea da América Latina. Portanto, nós goianos só temos a agradecer a presença da base aqui e, sobretudo, agradecer as parcerias que temos”.

 

Deixe um comentário