Image
Home Últimas Notícias Governo de Goiás divulga edital para 500 vagas no concurso da Polícia...

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (Segplan), publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (1º.ago.16), o edital para o certame da Polícia Civil. De acordo com o documento, as inscrições poderão ser feitas no período de 11 a 31 de agosto, no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), da Universidade de Brasília (UnB), antigo Cespe/UnB (www.cespe.unb.br/concursos).

O concurso disponibiliza 500 vagas, sendo 280 para os cargos de agente de polícia substituto e 220 para escrivão de polícia substituto. A taxa de inscrição é no valor de R$ 110 e o candidato tem este mesmo período para efetuar o pagamento.

Para concorrer as 500 vagas disponibilizadas para o concurso da Polícia Civil, o candidato precisa ter diploma de curso de nível superior, em qualquer área de formação. São reservadas 5% das vagas para pessoas com deficiência. O salário proposto é de R$ 1.500,00 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, na forma prevista em legislação aprovada pela Assembleia Legislativa, conforme acordado entre entidades representativas das categorias.

O concurso será realizado em quatro fases: provas objetiva e discursiva; avaliação médica; aplicação de aptidões física e psicológica para todos os candidatos e prova prática de digitação para os concorrentes ao cargo de escrivão e entrega de documentação para avaliação da vida pregressa. Todas as etapas do concurso serão feitas apenas em Goiânia.

A aplicação das provas objetivas e discursivas será no dia 16 de outubro e o gabarito oficial será publicado no dia seguinte. O resultado da prova objetiva sairá dia 9 de novembro e o da prova discursiva no dia 30 de novembro.

A previsão para o resultado final do concurso é dia 23 de maio de 2017. Os candidatos aprovados e nomeados aos cargos serão submetidos ao curso de formação profissional de responsabilidade da Delegacia Geral da Polícia Civil de Goiás.

Aumento do efetivo
Além desse concurso, o Governo de Goiás prepara outras seleções para o aumento do efetivo das corporações que integram a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). Ainda na Polícia Civil, serão disponibilizadas 36 novas vagas para delegados.

Já para a Polícia Militar, o certame prevê o preenchimento de 2.420 vagas para soldados de 3ª classe, com previsão de divulgação do edital para o dia 19 de agosto. Serão ofertadas também 80 vagas para oficiais da PM. Este certame será regionalizado para contemplar as necessidades dos municípios. Segundo o vice-governador e titular da SSPAP, José Eliton, a decisão foi tomada a partir de uma avaliação estratégica da segurança pública, em especial do comando da Polícia Militar, que está definindo o quantitativo de vagas para cada localidade.

O concurso para o Corpo de Bombeiros recrutará 250 soldados. Além disso, a Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon) abrirá 15 novas vagas.

No último mês de junho, José Eliton anunciou a convocação de 50% dos aprovados no concurso para policiais papiloscopistas. Dos 100 aprovados, foram chamados 50 profissionais que vão atuar junto à Direção Geral da Polícia Civil do Estado de Goiás. Eles já fizeram o curso de formação e reforçarão o efetivo de policiais que fazem o trabalho de necropapiloscopia para identificação científica de corpos.

Também em junho deste ano, os 230 profissionais aprovados no concurso público realizado em 2015 já reforçam o quadro da Polícia Técnico-Científica do estado. Foram convocados 75 médicos legistas, 30 auxiliares de autopsia e 125 peritos criminais.

A realização desses concursos é resultado do esforço fiscal que o Governo de Goiás colocou em prática nos anos de 2014 e 2015. Com isso, foi possível atender o plano de ação executado pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública, José Eliton, para fortalecer, mesmo com a crise econômica que atinge o País, as forças policiais goianas com forte aumento de efetivo, além dos investimentos em tecnologia e infraestrutura.

Deixe um comentário