Ad
Home Últimas Notícias Atentado em Itumbiara: José Eliton segue internado. Marconi pede elucidação do caso

Fernanda Morais

O governador em exercício de Goiás, José Eliton (PSDB), foi baleado quando participava de uma carreata na quarta-feira (28/9) em Itumbiara. Ao seu lado estava o candidato a prefeito da cidade, José Gomes (PTB), que foi atingido na cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. No mesmo incidente ainda morreu um cabo da Polícia Militar, Vanilson João Pereira, e ficou ferido o advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende.

José Eliton, que também é secretário estadual de Segurança Pública de Goiás, foi atingido no abdômen e recebeu os primeiros atendimentos no Hospital Municipal Modesto de Carvalho. Como seu estado de saúde era estável, ele foi transferido para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, acompanhado do advogado Célio Rezende.

O último boletim médico sobre o estado de saúde de José Eliton e Célio Rezende foi divulgado na manhã desta quinta-feira (29/9). A informação é que os dois permanecem estáveis, conscientes e respiram espontaneamente, porém ainda permanecem na UTI do Hugol.

O deputado federal Jovair Arantes (PTB), que estava no mesmo carro que o vice-governador e candidato a prefeito morto no atentado, informou que o atirador seguia na mão contrária a carreata, parou o carro, correu em direção aos políticos e começou os disparos. A princípio, Jovair Arantes disse que todos pensaram que o objetivo do homem era cumprimentar José Eliton, José Gomes e demais presentes no evento político.

O autor dos disparos é Gilberto Ferreira do Amaral, 53 anos, servidor da Secretaria de Saúde de Itumbiara. Ele usou uma pistola calibre .40 e após provocar toda confusão foi morto pelos seguranças de José Eliton. Jovair Arantes disse ainda que se os policiais não tivessem agido rápido, o acidente poderia ter sido ainda mais grave.

Governador antecipa volta para o Brasil

Ao receber a informação do atentado, o governador Marconi Perillo (PSDB), anunciou que anteciparia sua volta ao Brasil com chegada prevista para esta quinta-feira. O chefe de Estado está em uma missão comercial nos Estados Unidos que se iniciou na semana passada com retorno da comitiva prevista apenas para o próximo sábado (1º). A previsão é que Marconi desembarque em Brasília por volta das 13h15 desta quinta-feira e siga de imediato para Goiânia.

Por meio de nota, Marconi Perillo declarou que pediu que as forças de segurança de Goiás iniciassem os procedimentos de investigação necessários para elucidar o caso no sentido de identificar outros possíveis envolvidos no atentado. A informação é que Marconi pediu para que o Delegado Geral da Polícia Civil e Goiás, Álvaro Cássio, e o comandante da PM em Goiás, coronel Divino Alves de Oliveira, fossem para Itumbiara acompanhar o início dos trabalhos de investigação ainda nesta quinta-feira.

Deixe um comentário