Home Esportes Técnico do Galo acredita que Bragantino será páreo duro

ORISVALDO PIRES

O técnico do Anápolis, Charles Fabian, logo após o sorteio dos grupos da Copa do Brasil 2017, no final da manhã de quinta-feira (15), disse ao programa Golaço, da equipe Geração do Esporte (Rádio Manchester), que o Bragantino (SP), adversário do Galo na primeira fase daquela competição, vai impor grande dificuldade ao tricolor anapolino na busca pela classificação. Segundo ele, o clube de Bragança Paulista é tradicional no futebol brasileiro, já conquistou um vice-campeonato nacional, “e todos sabemos que clubes paulistas, sejam quais forem, são competitivos e têm sempre muita qualidade”.

De maneira geral, Charles Fabian encarou com naturalidade a definição do primeiro adversário do Anápolis. Para o treinador, o importante é o time estar bem preparado, para enfrentar qualquer adversário. Segundo ele, é de se esperar uma grande reformulação no elenco do Bragantino, “isso normalmente acontece com clubes que cai de divisão, acontecem as mudanças, mas o Bragantino tem potencial para montar uma boa equipe”. Em 2016 o time paulista caiu da Série B para a Série C do Campeonato Brasileiro, e disputa a Série A2 do Campeonato Paulista.

Sobre o novo formato do regulamento da Copa do Brasil, que nas duas primeiras fases prevê jogo único, Charles Fabian explica que é preciso se preparar com objetivo de se adaptar à nova realidade. “Temos que tirar proveito deste molde”, disse. O Anápolis enfrenta o Bragantino dia 15 de fevereiro, uma quarta-feira, no Estádio Jonas Duarte. O clube paulista se classifica com vitória ou empate. Para chegar à segunda fase o Galo precisa obrigatoriamente vencer o jogo. Para enfrentar duas competições simultâneas (Goiano e Copa do Brasil), Charles Fabian ressalta que precisa de um grupo equilibrado, com variações nas posições, opções de características de atletas.

O presidente do Conselho Deliberativo do Anápolis, José Paulo Tinazo, disse que a expectativa da diretoria era enfrentar na primeira fase um grande clube do futebol brasileiro. O objetivo era fazer uma boa renda já na largada da competição. Mas, mesmo assim, reconhece a dificuldade que o Bragantino vai apresentar ao Anápolis. “Todos os adversários são difíceis. O Bragantino é tradicional e, apesar da queda no Brasileiro, é time de respeito, de qualidade. Mesmo assim vejo o Anápolis com chances de fazer um grande jogo e vencer. Vamos montar um grande time”, disse.

Apresentação
Apenas três atletas deixaram de se apresentar esta semana ao técnico Charles Fabian, no alto do Bairro Boa Vista. Com a concordância da diretoria, chegam apenas dia 2 de janeiro o goleiro Vagner Bueno, o meia Lucas Sotero e o atacante Igor. Dos que se apresentaram, algumas novidades, casos do goleiro Thiago, 26, ex Anapolina e Grêmio Anápolis; os zagueiros Thiago Porto e Emanuel Júnior; e os méis Thiaguinho e Elias.

É possível que ocorram entradas e saídas de jogadores nos próximos dias. O zagueiro Renato Justi, destaque na temporada, é pretendido pelo América (MG). A saída pode ser anunciada a qualquer momento. Por outro lado, o volante Helder, titular no Goianão 2016 ao lado de Toró, e que estava no futebol europeu, pode se apresentar na Boa Vista. O folclórico atacante Flávio Caça Rato também teria sido colocado à disposição do Galo. O técnico Charles Fabian ainda promoveu a ascensão do garoto Catatau, do time sub-19, para o grupo de profissionais.

Se apresentaram e já treinam no CT da Boa Vista: Goleiros – João Vítor, Hugo e Thiago; Laterais – Marcelo, Neilson, Furlan e Marinho Donizete; Zagueiros – Igor, Júlio César, Thiago Porto, Emanuel Júnior, Renato Justi e Valdomiro; Volantes – Albert, André, Felipe Baiano e Leandro Bulhões; Meias – Marcus Vinícius, Lucas Freire, Thiaguinho, Gabriel, André Júnior e Elias; e Atacantes – Douglas Oliveira, Pedro Henrique, Régis e Rafael Granja.

Deixe um comentário