Home Últimas Notícias Prefeito eleito anuncia Antônio Heli para PGM; veja outros possíveis nomes do...

Em mensagem publicada em sua conta no Instagram, o prefeito eleito Roberto Naves (PTB) anunciou, na noite de segunda-feira (19/12), a escolha do advogado Antônio Heli de Oliveira, ex-presidente da OAB Anápolis, para a Procuradoria-Geral do Município (PGM).

A mensagem, que foi postada com uma foto do advogado, diz o seguinte: “Boa noite, pessoal! Compartilho com vocês essa boa notícia. Quem acaba de ser convidado e aceitou o nosso convite para ser o Procurador Geral do Município é o Dr. Antônio Heli de Oliveira, advogado e ex-presidente da Subseção da OAB-Anápolis. Função que tem grande importância no cumprimento da legalidade e transparência de nossa gestão frente à Prefeitura”.

Na manhã dessa terça-feira (20/12), a publicação tinha 248 curtidas e 26 comentários, elogiando a escolha do prefeito eleito para o cargo de procurador-geral. Um dos seguidores disse: “Escolha certa! Homem íntegro, inteligente e de uma família admirável”. Em outra mensagem um seguidor afirmou: “Excelente escolha, homem íntegro profissional respeitado e quem ganha é a cidade de Anápolis!!!”.

Antônio Heli foi o primeiro e único integrante confirmado por Roberto Naves para compor o governo municipal a partir de janeiro de 2017. Mas nos bastidores já se tem como certos os nomes de Luzia Cordeiro (PTB) para a Secretaria Municipal de Saúde; Alex Martins (PTB) para a Secretaria Municipal de Educação; Vander Lúcio Barbosa (PTN) para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico; Cassali Júnior para uma das assessorias especiais; e o vice-prefeito Márcio Cândido (PSD) para Secretaria Municipal de Governo.

Roberto Naves tem afirmado em entrevistas que não tem pressa em divulgar o seu primeiro escalão. Segundo ele, é preciso respeitar o final do mandato de João Gomes (PT). Mas outros nomes têm sido ventilados com frequência. Inclusive um deles, o advogado Victor Emanuel Ribeiro, já deu entrevista dizendo que será o novo secretário municipal de Esporte e Lazer.

Confira a lista das possibilidades:

Secretaria Municipal da Fazenda – Geraldo Lino. Foi candidato a vereador esse ano pelo PTB e obteve 467 votos. Antes da eleição, estava presidindo o PTB. Foi secretário de Planejamento da administração petista.

Secretaria Municipal de Cultura – Erivelson Borges. Presidente do PSDB de Anápolis, é indicação dos tucanos para o próximo governo. Foi candidato a vereador, com 920 votos.

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social – Nair Vieira. O que se sabe é que é próxima do prefeito eleito. É irmã de Sonilda de Fátima, mulher do atual presidente da Câmara Municipal de Anápolis, Lisieux José Borges (PT), embora esse fato não tenha nenhuma influência na indicação.

Secretaria Municipal de Esporte e Lazer – Victor Emanuel Ribeiro. Indicação do PV. É advogado, já foi procurador da Câmara Municipal de Jaraguá e é dono de uma academia de ginástica em Anápolis.

Chefia de Gabinete do Prefeito – Gérson Santana. É indicação do PRB. Foi candidato a vereador neste pleito e conseguiu 811 votos. Já foi presidente da Câmara Municipal de Anápolis.

CMTT – Carlos César Toledo. É presidente do DEM de Anápolis. Há uma possibilidade de a Companhia Municipal de Trânsito e Transportes deixar de ser uma autarquia e passar a diretoria.

Procon – Valeriano Abreu. Ex-candidato a prefeito pelo PSC, retornará ao cargo, já que foi o responsável pelo Procon nos dois mandatos petistas. O Procon também pode se tornar uma diretoria, extinguindo a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor.

Issa – Rodolfo Valentini. É do PTB e foi candidato a vereador, conseguindo 537 votos. É funcionário de carreira da Prefeitura de Anápolis e foi secretário de Gestão de Recursos Humanos do governo petista.

Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação – Daniel Fortes. Foi diretor de Habitação da atual gestão petista.

Secretaria Municipal de Gestão e Planejamento – Igor dos Santos Nascimento. Trabalhou com o prefeito eleito na Conab. É empresário contábil, bacharel em Direito e pós-graduado em Auditoria e Gestão Pública.

Caso essa lista seja confirmada, o prefeito Roberto Naves vai administrar a Prefeitura de Anápolis com pelo menos seis nomes que fizeram parte da gestão dos petistas Antônio Gomide e João Gomes: Luzia Cordeiro, Alex Martins, Geraldo Lino, Rodolfo Valentini, Valeriano Abreu e Daniel Fortes.

Roberto Naves afirmou em entrevista à Rádio Manchester, que um de seus primeiros atos administrativos será o corte de pelo menos 30% dos funcionários comissionados e extinção de secretarias e diretorias.

1 resposta a este post

Deixe um comentário