Ad
Home Destaques Residencial São Cristóvão ainda não foi entregue a moradores porque ministro não...

ANA CLARA ITAGIBA

As famílias contempladas no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ fizeram um protesto nesta quinta-feira (22/12) em frente ao Residencial São Cristovão, em Anápolis, devido à demora na entrega das chaves dos apartamentos. Os prédios já estão prontos, os contratos já foram assinados e a primeira parcela já foi paga, mas as moradias ainda não foram entregues.

A reportagem do JE Online conversou por telefone com o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Francisco Rosa, que explicou que a Prefeitura de Anápolis só está esperando um retorno da Caixa Econômica Federal (CEF) de Brasília para inaugurar os prédios.

Segundo ele, a confusão aconteceu porque a CEF de Anápolis disse que assim que os moradores assinassem os contratos, já iam marcar a data de entrega. A central de Anápolis marcou para o dia 3 de janeiro e depois para o dia 15 de janeiro, só que a central de Brasília ainda não deu um retorno quanto à data correta.

Francisco Rosa ainda contou que informaram a ele que o ministro das Cidades, Bruno Araújo, precisa estar no evento de entrega, porém sua agenda está lotada. “A parte da prefeitura já foi feita. Nós promovemos os sorteios dos beneficiados, o sorteio dos endereços, as assinaturas de contrato e entregamos tudo para a Caixa. Agora é com eles”, disse o secretário.

Os apartamentos foram construídos por meio de parceria entre a Prefeitura de Anápolis, via Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Governo Federal, através do Ministério das Cidades e CEF, e Governo de Goiás, via Agehab dentro do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. “Há cerca de duas semanas, o governador Marconi Perillo veio a Anápolis e nos disse para entregarmos o prédio, mas quem promove a entrega é só a Caixa. Eu não acho isso certo, porque as pessoas têm o direito de passar este Natal em suas casas” ressaltou Francisco Rosa.

O secretário disse que o seu maior medo é que as pessoas invadam o local a força e acabem gerando um conflito. As lideranças que estão representando os beneficiados disseram que vão procurar um advogado para que eles possam entrar no local legalmente, antes da inauguração oficial, através de uma liminar da Justiça. Os contemplados não falaram em ocupação à força.

1 resposta a este post
  1. PESSOAL DO RESIDENCIAL SAO CRISTOVAO TODO ESTE ATRASO DEEM GRAÇAS AO SRS CARLOS ANTONIO E ALEXANDRE BALDI ESTES DOIS CIDADAOS SAO OS RESPONSAVEIS POR TODA ESTA DEMORA NAS PROXIMAS ELEIÇOES NAO ESQUEÇAM O NOME DESTES DOIS POLITICOS QUE ADORAM ATRASAR O LADO DO POVO

Deixe um comentário