Home Política José Éliton diz que objetivo é aeroporto ativo em dezembro

Em visita a Anápolis na terça-feira, governador em exercício José Éliton também anunciou para fevereiro inaugurações do novo presídio e do centro de atendimento socioeducativo (Case)

FERNANDA MORAIS

O governo estadual inaugura em Anápolis no mês de fevereiro o novo presídio e o Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), e até o final do ano conclui as obras do Aeroporto de Cargas. O compromisso foi feito pelo governador em exercício e secretário estadual de Segurança Pública, José Éliton (PSDB), durante visita de trabalho a Anápolis na manhã da terça-feira (10). Primeiro foi ao centro administrativo, onde se reuniu com o prefeito Roberto Naves (PTB), o presidente da Câmara, Amilton Filho (SD); o secretário-chefe da Casa Militar da governadoria, coronel Adailton Florentino do Nascimento, além de vereadores, secretários e líderes de entidades empresariais.

Após a reunião no gabinete, todos participaram de visitas a órgãos públicos municipais e ao canteiro de obras do aeroporto de cargas. O governador em exercício informou que a pista principal do aeroporto, que tem extensão de 3.300 metros está pronta. A área terá como referência pousos e decolagens de aeronaves de porte semelhante ou inferior ao Boing 474-400. Para o vice-governador, quando pronto, o modal representará um salto no desenvolvimento de Anápolis. “O nosso objetivo é que a pista comece a operar até o final deste ano. O aeroporto de cargas de Anápolis tem capacidade para receber e enviar cargas de produtos de grande valor agregado. O modal será referência em todo Brasil no sistema de logística, colocando Anápolis como destaque no setor”, destacou.

Durante sua passagem pelo município, o vice-governador garantiu a conclusão e entrega de outras obras importantes para a população. Segundo ele, até o final do mês de fevereiro serão inaugurados o novo presídio e o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), local destinado para atender os menores infratores de Anápolis. “A questão penal, de presídios e de segurança pública está em pauta no Brasil. A entrega da nova unidade em Anápolis faz parte do programa de readequação do sistema penitenciário em Goiás. Até o final do mês de fevereiro queremos entregar esse investimento para a cidade”, disse José Eliton.

Sobre a questão penitenciária, o tucano informou que o novo presídio das cidades Formosa e de Jataí também estão em fase final de obras. “Após a entrega dos prédios vamos discutir com os municípios um novo modelo de gestão das unidades. Mas isso será tratado em outro momento. Agora é hora de entregar as novas vagas do sistema”. O vice-governador informou que o Case também está quase pronto para ser inaugurado. Segundo ele, é preciso fazer apenas algumas adequações no prédio para atender os internos em seus encontros íntimos. “Essa é uma exigência do Ministério Público e do Judiciário que precisa ser atendida antes da entrega da obra”, explicou.

CENTRO PEDIÁTRICO
Antes de chegarem ao aeroporto de cargas, o prefeito e o vice-governador passaram na unidade de saúde Ilion Fleury Júnior, mais conhecida como Osego, para verificar se o local teria estrutura para abrigar o Centro Pediátrico. Umas das promessas de campanha de Roberto Naves para o setor da saúde no município.

Na Osego, o prefeito explicou que Anápolis precisa de um local especializado e de referência para atendimento 24 horas para crianças. A unidade de saúde, localizada no Jundiaí, já abriga o posto de vacinação de maior movimento em Anápolis, portanto seria um ponto estratégico para abrigar o novo hospital. “Levamos a ideia deste projeto também ao governador. O prédio da Osego é do Estado, mas a área é da Prefeitura. Queremos que o governador e o vice-governador sejam parceiros nesta iniciativa. Além da Osego, também temos outros pontos que podem abrigar o novo hospital, isso será definido posteriormente”, disse Roberto Naves.

ÁGUA
A questão da falta de água também foi tema de conversa entre os políticos. Roberto Naves lembrou que na semana passada esteve em Goiânia atrás de recursos para serem aplicados no sistema de abastecimento da cidade. “O problema é antigo, mas estamos buscando soluções”, comentou o prefeito.

O petebista está otimista pois foi informado que o projeto de ampliação do sistema Piancó está em andamento. “Fomos informados que os municípios serão contemplados com novos investimentos com os recursos provenientes da venda da Celg. Agora é hora de definir as nossas prioridades e trabalhar as parcerias”, concluiu Roberto Naves.

Participaram ainda da comitiva política, o vice-prefeito Márcio Cândido, o superintendente de Indústria e Comércio do Governo de Goiás, pastor Vitor Hugo Queiroz, o superintendente executivo de Indústria e Comércio de Goiás, Luiz Medeiros, o superintendente de Comércio Exterior de Goiás, William O’Dwyer, o presidente da Associação Comercial de Anápolis, Anastácios Apóstolos Dágios, e os vereadores Leandro Ribeiro (PTB), Mauro Severiano (PSDB), Pastor Elias Ferreira (PSDB), Jakson Charles (PSB) e outras autoridades.

Deixe um comentário