Ad
Home Últimas Notícias Prefeito Roberto e vereadores prometem unir forças para recomeçar obras da Câmara

FERNANDA MORAIS

Na última sexta-feira (13/1), Anápolis ganhou mídia negativa em uma reportagem feita por um jornal exibido a nível nacional. A matéria detalhou a situação que se encontra as obras da nova sede da Câmara Municipal que, até então, continuam paralisadas com alguns erros de execução estrutural.

Preocupado com a situação, o prefeito Roberto Naves (PTB) e os secretários municipais de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Vinicius Alves, e de Meio Ambiente, Daniel Fortes, além do Procurador Geral do Município, Antônio Heli, fizeram uma visita ao canteiro de obras da nova sede da Câmara.

No local, prefeito e assessores encontraram com a maioria dos vereadores da Casa, entre eles o presidente da mesa diretora, Amilton Filho (SD), a vice-presidente, Thaís Souza (PSL) e o primeiro secretário, Leandro Ribeiro (PTB). A ideia da vistoria foi discutir com os vereadores os erros de execução do projeto e os caminhos para resolvê-los.

“Ganhamos mídia gratuita negativa a nível nacional. Não podemos ser omissos a esta situação. Hoje, junto com meus secretários e vereadores, viemos buscar alternativas. A princípio vou pedir a minha equipe para que faça um levantamento do que já foi feito, o que precisa ser feito e o quanto estes serviços ainda podem custar. Lembrando que para continuidade dessas obras será preciso fazer nova licitação considerando que o contrato com a empreiteira que iniciou a construção está vencido”, comentou o prefeito.

Roberto Naves informou que, após ter todos os detalhes em mãos, será preciso conseguir recursos para reativar o canteiro de obras. “Por enquanto a prefeitura não tem dinheiro em caixa para retomada do projeto”, lamentou o prefeito confirmando que os R$ 4.580 milhões que estavam reservados para construção da nova sede da Câmara, foram usados para outros fins pela administração de seu antecessor.

“O que podemos fazer é garantir os cortes nas despesas da Prefeitura, e sei que teremos apoio da Câmara neste sentido. Nos próximos dias estarei encaminhando para Casa uma nova proposta de organograma que acreditamos ser positivo para que o Executivo comece a economizar deixando de acumular seu déficit mensal e passe a ter novos recursos para investir em suas prioridades”, comentou o prefeito.

O presidente da Câmara Municipal, Amilton Filho, garantiu que os vereadores vão unir forças junto ao Executivo para retomar as obras do novo prédio. “É uma preocupação da nossa gestão. Queremos encontrar o caminho para terminar essas obras de maneira rápida e econômica”, comentou o vereador do Solidariedade.

Amilton Filho lembrou que a sociedade cobra a entrega da nova sede e por isso é preciso voltar os olhos para conclusão do projeto. “Vamos esperar essa auditoria que será realizada pela Prefeitura e ver no que podemos ajudar daqui para frente. A obra não está perdida, não será preciso fazer demolições, apenas readequações. Essas correções são possíveis ser feitas com um novo projeto de engenharia. Hoje foi dado o primeiro e importante passo”, disse.

Nova Poupança
Depois da visita ao canteiro de obras, o prefeito Roberto Naves participou de uma reunião com os vereadores no gabinete da presidência. Durante a conversa surgiu a possibilidade de retomar o fundo participativo entre o Executivo e o Legislativo. A princípio, a proposta é que cada poder deposite em uma conta destinada para retomada da construção do novo prédio o valor mensal de pelo menos R$ 75 mil.

O acordo funcionaria nos moldes do que foi implantado na gestão do ex-vereador Sírio Miguel, quando foi presidente da Câmara e Antônio Gomide prefeito de Anápolis. À época o aporte financeiro era de R$ 50 mil por Casa e os recursos, teoricamente, tinham como destino o início das obras da nova sede do Legislativo.

Deixe um comentário