Home Últimas Notícias Novo comandante do 3º CRPM promete aumentar patrulhamento para reduzir criminalidade

LUANA CAVALCANTE

O coronel Giovanni Valente Bonfim Júnior assume a partir desta quarta-feira (1º/2) o 3º Comando Regional de Polícia Militar (3º CRPM), com sede em Anápolis. A posse foi realizada no auditório do Colégio Couto Magalhães, da Associação Universitária Evangélica.

Após seis meses, o coronel Wellington de Urzêda Mota deixa Anápolis para assumir a segurança do Tribunal de Justiça, em Goiânia, cargo que era do coronel Giovanni Valente.

O coronel Valente falou à imprensa que seu trabalho será aumentar as operações, para conseguir reduzir a criminalidade em Anápolis. “Vamos aumentar as operações, prisões e o número de abordagens. Isso gera resultado imediato”, detalhou o novo comandante do 3º CRPM.

O oficial destacou ainda que o efetivo não fará apenas patrulhamento. “Quando a viatura não estiver atendendo ocorrência, vamos fazer operações”, falou o coronel, que defende que a procura de criminosos deve acontecer mesmo quando eles não estão agindo.

O novo comandante do 3º CRPM destacou que em Anápolis o maior problema é em relação ao número de roubos. Segundo ele, corresponde a mais de 70% das taxas criminais registradas na região do 3º CRPM.

Giovanni Valente acredita que ao combater os roubos, isso repercutirá na redução das taxas de tráfico de drogas, homicídio e assaltos a estabelecimentos comerciais.

Em relação ao déficit de policiais na cidade, o coronel falou que não irá reclamar de falta de estrutura, efetivo ou viatura. “Temos que fazer o melhor com o que temos. Mesmo com o número de pessoal reduzido, já consegui aumentar as taxas de produtividade e reduzir a criminalidade”, garantiu.

Balanço
O coronel Wellington de Urzêda Mota declarou que sai do comando do 3º CRPM com a sensação de dever cumprido. Segundo os dados apresentados por ele durante a coletiva na manhã desta quarta-feira (1º/2), a criminalidade em Anápolis diminuiu.

“Foi um desafio do comando geral, conseguimos reduzir todos os índices criminais de Anápolis, exceto homicídio. Roubo a residência teve redução de 72% e roubo a pessoa caiu 52%”, afirmou o coronel Urzêda.

Urzêda assume a segurança do Tribunal de Justiça a convite do presidente do TJ, o desembargador Gilberto Marques.

O comandante geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Divino Alves, esteve na solenidade de troca de comando e afirmou que a mudança faz parte da rotina dentro da estrutura da Polícia Militar. “O coronel Giovanni dará continuidade a esse trabalho. É o mesmo perfil de trabalho, ações mais operacionais”, disse.

Divino comentou que para combater a criminalidade, é necessária uma parceria com outros setores, que possam trabalhar para melhorar as condições da polícia. “Precisamos de mudanças na legislação, melhorar a segurança nas fronteiras para não deixar a droga entrar, ter leis mais rígidas para o sistema carcerário, entre outras medidas”, observou.

Deixe um comentário