Ad
Home Últimas Notícias Novo presídio de Anápolis, ainda não inaugurado, recebe presos da POG

MARCOS VIEIRA

A reportagem do JE Online acompanhou, por volta das 20h, a chegada de cinco ônibus lotados de presos ao novo presídio de Anápolis, ainda não inaugurado.

Os detentos são da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia, e foram transferidos para Anápolis após briga de facções ocorrida nesta quinta-feira (23/2), que resultou na morte de um dos principais líderes do tráfico de Goiânia, Thiago César de Souza, o Thiago Topete, de 32 anos de idade. Também morreram três outros presos durante a briga, que destruiu parte da estrutura da POG.

Os detentos chegaram a Anápolis sob forte escolta policial, em ônibus comuns do transporte coletivo de Goiânia. Os veículos estavam com todos os assentos ocupados de presos e alguns viajaram em pé. Todos os detentos estavam algemados. A maioria estava sem camisa.

Diferentes forças especiais da Polícia Militar acompanharam o transporte dos presos, além da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Diversos agentes prisionais que estavam de folga foram convocados para ajudar na segurança do novo presídio. O diretor do Centro de Inserção Social de Anápolis, Fábio de Oliveira Santos, também estava no novo presídio, acompanhando a operação.

Segundo a informação de policiais, são 260 presos transferidos para Anápolis. A unidade tem capacidade para 300 detentos.

A estrada de terra que liga o novo presídio à rodovia BR-414 tem muitos buracos, sem nenhuma iluminação. A frente do novo presídio, onde tem um estacionamento, também não possui iluminação. Luzes apenas do alambrado para dentro.

A unidade possui uma grande área, quase 6 mil metros quadrados, o que exige um número grande de agentes para a vigilância.

1 resposta a este post
  1. Concordo com a MM Juíza de direito do novo presídio fe Anapolis ocupado desde 23/02 quando houve uma rebelião na Pog de Aparecida de Goiânia,O local não é adequado para acomodar os presos.As famílias tem sobrecarregado quando levam final na 5a feira e visita no sábado sendo que não tem lugar para as famílias ficarem,o sol e quente tem mães com problema de hipertensão arterial e outras com idade avançada,sem falar na despesa que onera o bolso da familia que muitas vezes não tem condições financeiras de arcar com essa despesa sem contar com o gasto com ônibus ou carro.Acredito que o novo diretor da Pog vai ter muita sabedoria para lidar com essa situação. Se eu pudesse falar com as alas que saíram e as que ficaram que chega de violência isso só trás sofrimento para eles e para a família é muito triste uma mãe perder um filho em um presídio.Tenho levantado pessoas que com fé orem para que Deus tenha misericórdia desses detentos e que eles tenha um pensamento positivo para que a Pog seja um lugar xde paz e não de conflitos. Continuarei orando com fidelidade para o diretor e seus acessores.ja deu certo em nome do Senhor Jesus.

Deixe um comentário