Ad
Home Últimas Notícias Em avaliação dos primeiros 100 dias, Roberto diz que prefeitura está no...

ANA CLARA ITAGIBA
(Foto: Ismael Vieira)

roberto_coletivaAs contas públicas foram o principal tema da entrevista coletiva concedida na segunda-feira (10.abr.17) pelo prefeito Roberto Naves (PTB), para falar dos seus 100 primeiros dias de gestão.

“Nós encontramos um pouco mais de dificuldades do que esperávamos, mas acredito que esse período foi muito importante, porque foram nesses primeiros 100 dias que nós conseguimos organizar a casa”, disse o prefeito.

De acordo com Roberto, a Prefeitura de Anápolis saiu de déficit anual superior a R$ 70 milhões e está com todos os pagamentos de produtos e serviços adquiridos neste ano em dia. Ele disse ainda que pagamentos referentes a dívidas de gestões passadas, no valor total de R$ 16 milhões, com o Issa, INSS, consignados, combustíveis, fornecedores de medicamentos e outros serviços, também foram honrados.

Roberto afirmou que atualmente Anápolis é uma cidade economicamente viável. “Ainda não refletiu para a população, mas sabemos que temos que fazer isso conforme a lei”.

Taxa de Serviços Urbanos (TSU)
Sobre o aumento da Taxa de Serviços Urbanos (TSU), o prefeito voltou a dizer que em momento nenhum o acréscimo foi para cobrir o caixa da máquina administrativa. “A questão é simples. Existe a lei e ela tem que ser cumprida, o aumento só foi elevado porque por vários anos não se cumpriu a lei. A última vez que se cumpriu a lei foi em 2010, mas no ano que vem vamos fazer o possível para não ser como foi esse ano”, afirmou.

Ação tapa buracos
Muitas pessoas têm reclamado do grande número de buracos na cidade. O prefeito confessou que ainda há muito a ser feito e que Anápolis é uma cidade com o pavimento asfáltico muito fraco. “Nós tampamos e aparecem mais [buracos]. O que acontece é que quando chove, a água passa por cima e por baixo do asfalto. Assim não tem pavimento que aguente”, falou.

Segundo ele, a operação de resgate da infraestrutura contou com mais de 5,3 mil toneladas de asfalto para recuperar ruas e avenidas, além da manutenção e recuperação de 790 bocas de lobo e reforma de escola e unidades de saúde.

Problema da falta de água e conclusão de obras
O prefeito garantiu ter um bom relacionamento com o governador Marconi Perillo (PSDB) e que tem dialogado com ele sobre a solução do problema da água, a conclusão das obras do aeroporto de cargas, anel viário do Daia e centro de convenções. “Nas primeiras reuniões que tivemos com o governador, o primeiro tópico que foi cobrado foi a resolução do problema da água. Não adianta terminar as obras e começar outras se esse problema não for solucionado. Esse governo não vai se omitir, nós queremos a solução deste problema. Nós temos acompanhado e os processo estão sendo encaminhados para a solução da falta de água e da conclusão das obras do governo estadual em Anápolis, principalmente pela presença de Francisco Pontes na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Goiás”, falou.

Outros avanços
O prefeito ainda pontuou que houve diminuição de mais de 85% nos casos de dengue e zika; ampliação no cargo de servidores da educação; geração de novos empregos com a chegada de duas grandes indústrias (Caracal e FarmTrac); novos investimentos para a conclusão das obras do viaduto; contratação de mais 12 médicos no Programa Saúde da Família e continuidade das obras de reforma do Estádio Jonas Duarte.

Deixe um comentário