Home Cidades Semana Santa marca período mais importante para cristãos

Celebração começa com Domingo de Ramos e segue até a Páscoa; confira programação da Paróquia São Francisco de Assis

ANA CLARA ITAGIBA

A Semana Santa inicia dia 9, com o Domingo de Ramos, e se estende até a Páscoa, celebrada no dia 16. Trata-se do fim da Quaresma, que é o período de 40 dias, logo após a Quarta-feira de Cinzas, em que os católicos e algumas outras comunidades cristãs se dedicam à penitência em preparação para a Páscoa.

Em Anápolis, as celebrações da Semana Santa, também conhecida como a Semana da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, acontecem em todas as paróquias e cada uma possui a sua programação.

Uma das mais conhecidas programações é da Paróquia São Francisco de Assis, que é matriz das comunidades Imaculada Conceição, Santa Maria dos Anjos, São Lucas, Santo Expedito e São José. Confira a seguir as datas e celebrações.

Domingo de Ramos (9 de abril)
No Domingo de Ramos, os católicos comemoram a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém. Segundo a Bíblia, uma semana antes da sua crucificação, Jesus foi aclamado por uma multidão acenando ramos de oliveiras e de palmeiras quando chegou à cidade.

Neste dia os fiéis levam para as igrejas ramos de oliveiras e palmeiras. Para a fé católica, os ramos significam a vitória: “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”.

No dia 9 de abril às 7h, a Matriz irá fazer uma procissão, saindo do Parque Ipiranga. No mesmo horário, a Comunidade Santa Maria dos Anjos fará uma procissão saindo da Praça do Planetário, na Avenida Jamel Cecílio. Às 8h, a Comunidade Imaculada Conceição fará a sua procissão saindo do salão da igreja. A Comunidade Santo Expedito fará a sua procissão saindo às 8h30 da Avenida Rosaura (antiga igreja). Já às 9h, a Comunidade São Lucas irá fazer a procissão saindo do início da Rua Aderbal Cunha (próximo ao Parque JK). A Comunidade São José sai para a procissão às 10h, saindo pelo Posto City.

Depois dessas procissões, todas as igrejas irão celebrar a Missa de Ramos. Às 9h a Matriz fará a procissão com as crianças, saindo da quadra da Escola São Francisco de Assis, com a missa logo em seguida. Às 11h e às 19h também haverá missa na matriz.

Quinta-feira Santa (13 de abril)
Na quinta-feira Santa, dia 13 de abril, destacam-se três grandes acontecimentos, sendo eles a Bênção dos Santos Óleos, a Instituição da Eucaristia e a Cerimônia do Lava-pés. Na Bênção dos Santos Óleos, são abençoados os seguintes óleos: óleo da crisma, usado no sacramento da confirmação; óleo dos catecúmenos, usado em batismos; e o óleo dos enfermos, usado no sacramento dos enfermos, conhecido erroneamente como “extrema-unção”.

Com a Missa da Ceia do Senhor, celebrada na tarde de quinta-feira, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e comemora a Última Ceia, na qual Jesus Cristo, na noite em que vai ser entregue, ofereceu a Deus-Pai o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores.

Nesta missa faz-se, portanto, a memória da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Durante a missa ocorre a cerimônia do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus na Última Ceia, quando lavou os pés dos seus apóstolos.No final da missa, faz-se a chamada Procissão do Translado do Santíssimo Sacramento ao altar-mor da igreja para uma capela, onde se tem o costume de fazer a adoração do Santíssimo durante toda à noite.

A Missa de Lava-Pés será realizada às 19h no Convento das Irmãs Clarissas. Já na matriz e nas comunidades Santa Maria dos Anjos, São José, Imaculada Conceição, Santo Expedito e São Lucas, esta celebração acontece às 20h.

Sexta-feira da Paixão (14 de abril)
A Sexta-feira Santa é a última sexta antes do domingo de Páscoa. Neste dia tradicionalmente, os católicos relembram o dia em que Jesus foi crucificado com a adoração da cruz. Neste dia não se celebra a missa em nenhum lugar do mundo. Os fiéis vão à igreja às 15h, horário da crucificação de Cristo, e lá é feita a leitura do trecho da Bíblia que remonta a crucificação e seguida pela comunhão eucarística. Este rito é conhecido como a Celebração da Paixão e Morte de Jesus. Logo em seguida, muitas igrejas fazem a Procissão do Enterro.

Nesse dia a Igreja Católica pede o sacrifício do jejum e da abstinência de carne, como ato de homenagem e gratidão a Cristo. De acordo com a Igreja, isso serve para ajudar a viver mais intensamente esse mistério, e como gesto de solidariedade com tantos irmãos que não têm o necessário para viver.

A celebração da Paixão do Senhor seguida de Procissão do Senhor Morto acontece às 15h na Matriz e em todas as comunidades. A encenação da Paixão do Senhor será realizada às 19h30 no estacionamento da Matriz.

Sábado de Aleluia (15 de abril)
Este é o primeiro dia após a crucificação e um dia antes do Domingo de Páscoa. Durante o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, ocasião em que os fiéis se reúnem durante a madrugada que antecede o Domingo de Páscoa para fazer orações.

Este ato está relacionado com a preparação para a ressurreição de Jesus, que segundo a Bíblia, aconteceu três dias após a sua morte. Neste dia também se ascende o Círio Pascal, que é uma grande vela que simboliza a Luz de Cristo que ilumina o mundo.

O sábado é um dia de silêncio e oração. Não há missa, batizado, casamento, nenhuma celebração. A Igreja permanece junto ao sepulcro, meditando no mistério da morte do Senhor e na expectativa de sua ressurreição.

A vigília começa às 20h na matriz e nas comunidades, menos no Convento das Irmãs Clarissas, que começas às 19h.

Domingo de Páscoa (16 de abril)
O Domingo de Páscoa é o dia mais importante do ano na fé cristã, pois é celebrado o triunfo de Cristo com a sua volta. A para os fiéis, a ressurreição revela a nossa vocação cristã e nossa missão: aproximá-la a todos os homens.

Para a Igreja, este dia significa a redenção e libertação do pecado da humanidade pelo Filho de Deus.

No Domingo de Páscoa, o pároco da Paróquia São Francisco de Assis, frei Carlos Antônio da Silva, celebrará a missa na matriz às 7h, 9h, 11h, 17h e 19h. Nas comunidades, as celebrações serão feitas nos horários normais de missa.

Deixe um comentário