Home Cidades Retomada, ampliação do Huana deve ser concluída em 9 meses

A unidade recebe pacientes de 50 municípios, além dos dez municípios que integram a Regional de Saúde Pireneus

DA REDAÇÃO

As obras de reforma e ampliação do Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) devem ficar prontas em nove meses. A unidade recebe pacientes de 50 municípios, além dos dez municípios que integram a Regional de Saúde Pireneus. O superintendente-executivo da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Deusdedith Vaz, fez uma visita técnica ao hospital na última terça-feira (23).

A obra está orçada em R$ 16,2 milhões. Com a conclusão, o Huana disponibilizará a população 57 novos leitos, sendo 13 de Unidade de Terapia Intensiva – UTI. Será instalado um novo tomógrafo, bem como ampliação das áreas de urgência, e áreas de apoio como cozinha, refeitório e lavanderia. O projeto de ampliação prevê a construção de uma área de cinco mil metros quadrados, duas salas de centro cirúrgico, nova ala para apoio administrativo, novo auditório e heliponto.

Vaz teve um encontro com a administradora geral da Fasa – entidade mantenedora do Huana, Dra. Maria da Glória Fernandes Coelho (Irmã Rita Cecília), Reginaldo Biffe, Diretor Administrativo do Huana, Lázara Mundim, assessora de conformidades do Huana, vereadores de Anápolis e representantes da construtora LC Engenharia. Na reunião foi estabelecido cronograma para a retomada das obras. “Viemos para reforçar aquilo que estamos divulgando para a toda a população de Goiás: há recursos para finalizarmos a construção e reforma de unidades de saúde. Passamos por um momento crítico de crise financeira, onde tivemos que paralisar algumas obras, mas entendemos que o Huana é referência assistencial para os municípios da região”, afirmou Vaz.

Para a Irmã Rita Cecília, a ampliação ajudará ainda mais a população carente, pois hoje a unidade de saúde atende mais de 59 municípios, realizando três mil atendimentos por mês. “Com essa ampliação poderemos reforçar nosso compromisso com a humanização e atendimento aos nossos usuários”, disse a religiosa.

Deixe um comentário