Home Política Vice-prefeito Márcio Cândido confirma convites de partidos, mas segue no PSD

PSDB e DEM são algumas das siglas que convidaram o vice-prefeito para se filiar, visando, sobretudo, a eleição de 2018

FERNANDA MORAIS

Os partidos políticos vão a campo em busca de potenciais candidatos a deputado em 2018 e um dos assediados é o vice-prefeito de Anápolis, Márcio Cândido (PSD). Nessa última semana ele confirmou que já recebeu convite de filiação de vários partidos da base do prefeito Roberto Naves (PTB). O último deles, segundo Márcio confirmou em entrevista concedida ao repórter Lucivan Machado, da Rádio Manchester, veio do PSDB do governador Marconi Perillo.

“Recebi sim o convite por parte do Erivelson Borges e do vereador Pastor Elias Ferreira. Ele [o pastor] me ligou e me disse que está com a ficha pronta, aguardando só a minha assinatura”, afirmou Márcio Cândido.

Apesar de ter agradecido e dizer que tem grande respeito pelo PSDB do governador, além de considerar que o ninho tucano tem ótimas pessoas trabalhando pela cidade, citando como exemplo os nomes de Adhemar Santillo, o próprio Erivelson e o vereador Pastor Elias, pelo menos por enquanto, o vice-prefeito não confirmou se aceitou ou não o convite.

“O pastor Victor Hugo Queiroz, também do PSDB, foi o primeiro a me incentivar a sair como vice-prefeito, na época pelo PSDB, mas os caminhos foram outros. O PSDB tem boas ideias e propostas, mas continuo firme no PSD junto com a turma que me recebeu com carinho quando me filiei”, afirmou o vice-prefeito.

Outros dois partidos que o vice-prefeito confirmou ter lhe feito convites foi o DEM, do atual diretor-geral da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), Carlos César Toledo, e o PROS, do diretor administrativo do órgão, Alessandro di Carlo. “Amigos do próprio PTB, apesar de não terem feito um convite formal, costumam brincar comigo dizendo que as portas do partido estão abertas para mim”, continuou.

Os convites para filiação ou troca de partido nesta época são comuns. Afinal, as legendas estão se organizando para disputar as eleições de outubro do ano que vem, portanto, as figuras consideradas com potencial de votos são frequentemente sondadas pelas agremiações que pretendem lançar, principalmente, candidatos à Assembleia Legislativa.

Apesar do assédio, Márcio Cândido reforçou que está bem com o PSD, que tem bom relacionamento com Vilmar Rocha, presidente regional da sigla e ainda com Thiago Souza, que preside o PSD municipal. “Temos as nossas diferenças como em qualquer grupo, o que é comum, mas não vejo dificuldades em meu relacionamento com ele”, afirmou.

Márcio Cândido também não confirmou que pretende ser candidato a deputado estadual nas eleições do ano que vem. Segundo ele, agora o seu foco é ajudar o prefeito Roberto Naves a administrar a cidade. Além de vice-prefeito, atualmente ele responde pela Secretaria Municipal de Governo e Gestão de Recursos Humanos. “Meu atual projeto é ser o vice de Anápolis. O que vai acontecer a gente tem que esperar a água descer o rio para encontrar o seu caminho. Hoje tem pessoas que apostam na minha candidatura, já que meu partido já fez essa escolha. Para definir esse futuro, eu vou conversar com amigos, familiares, parceiros e ouvir as pessoas que confiaram em mim e no planejamento que junto com o prefeito Roberto Naves estamos colocando em prática na cidade”, concluiu.

Manifestação
O PSD foi um dos primeiros partidos a se manifestar sobre o processo eleitoral de 2018 ao lançar, no dia 1º de junho, a pré-candidatura a deputado estadual do vice-prefeito Márcio Cândido. Em entrevista na época ele deixou claro que não será candidato de si mesmo.

Márcio disse que caso Roberto Naves afirme que precisa dele para ajudar na administração, essa será a prioridade. Mas se depois de uma avaliação o entendimento for de que a cidade ganharia mais com ele na Assembleia Legislativa, a candidatura a deputado estadual será a opção. “Se eu for candidato, será para vencer”, afirmou o vice-prefeito, se referindo ao fato de que procurará grupos importantes da cidade para unir esforços em torno do projeto.

Deixe um comentário