Home Política Passe Livre Estudantil deve beneficiar 15 mil anapolinos

Programa estadual tem estimativa de custo mensal de R$ 650 mil e de R$ 3,3 milhões até dezembro deste ano; lançamento foi feito pelo governador Marconi e o prefeito Roberto

DA REDAÇÃO

Mais de mil estudantes lotaram as galerias do auditório do Senac, em Anápolis, para receber na quinta-feira (3) o governador Marconi Perillo (PSDB), que foi à cidade anunciar a implantação do Passe Livre Estudantil (PLE) no município para mais de 15 mil alunos, independente do nível escolar, financeiro, ou se estudam na rede pública ou privada. “Nenhum estudante anapolino ficará de fora do programa; só se não quiser”, garantiu o governador. “É uma forma que o governo tem de estimular a juventude a estudar e de ajudar a renda familiar, especialmente dos estudantes mais pobres”.

Rio Verde também será beneficiada com o programa. A previsão para Anápolis é que sejam realizados 15 mil cadastros, com estimativa de custo mensal de R$ 650 mil e de R$ 3,3 milhões até dezembro deste ano. Já para Rio Verde, a previsão é de 10 mil cadastros, o equivalente à R$ 530 mil mensais (R$ 1,8 milhão até o fim do ano).

O governador destacou o caráter igualitário do PLE, que atualmente atende a todos os estudantes da Região Metropolitana. “Não interesse se é rico, pobre, ou classe média. Se estuda ou não em escola pública estadual, municipal, federal, privada ou conveniada: o Passe Livre é para a todos os jovens estudantes. Esta é certamente uma forma democrática de respeitar a todos”, sublinhou.

Membro do Conselho Nacional da Juventude, a estudante Larissa Ferreira afirmou que o Passe Livre “é grande conquista da juventude anapolina”. De acordo com a líder estudantil, o valor que os alunos vão economizar poderá ser gasto com outras necessidades. “É um valor a mais no bolso dos estudantes, que poderá ser investido em outras formas, no lazer, na saúde”, apontou.

Geovana Antônia Dias dos Santos é estudante do 8º ano do Ensino Fundamental, em Anápolis. Ela corroborou as palavras da Larissa e comemorou o benefício. Geovana, que gasta aproximadamente R$ 70 mensais com transporte público, afirmou que utilizará o dinheiro “para comprar material, para gastos pessoais como alimentação e vestuário”, frisou.

Presente na solenidade, a presidente do Conselho Estadual da Juventude, Aava Santiago, classificou o PLE como “o maior programa de mobilidade juvenil do País”. Ao falar da importância do benefício para a classe estudantil, afirmou que Marconi não faz distinção com os estudantes do interior. “O governador resgata o paradigma de que um jovem do interior do Estado vale tanto quanto um jovem da Capital”, declarou ao fazer referência também a Rio Verde, que também receberá o programa. “Nós agora somos, não só o maior programa de mobilidade juvenil do País em número de pessoas atendidas, mas também em número de municípios”, completou.

De acordo com o secretário de Governo, Tayrone di Martino, que coordena o PLE em Goiás, “Marconi resgata um compromisso feito em campanha de ampliar o Passe Livre para outras cidades, além da Região Metropolitana”. Leonardo Felipe Marques de Sousa, superintendente da Juventude, lembrou que Marconi tem se empenhado desde o início do ano para poder colocar o Passe Livre Estudantil em prática. “E com a graça de Deus conseguimos efetivar esse direito aos estudantes de Anápolis”, declarou em entrevista.

Emoção
Marconi emocionou a plateia de estudantes ao discorrer sobre a maneira com a qual chegou ao posto de governador, “com muito esforço, com muito estudo, sendo altamente competitivo”, revelou. “Quando eu tinha a idade de vocês, eu militava no movimento estudantil. E eu não gostava quando alguém me dizia: ‘você é o futuro’. Eu respondia meio emburrado. ‘Eu sou o presente’. Vocês não são o futuro. São o presente. Por vocês passarão as decisões anapolinas, goianas e brasileiras daqui para frente”, projetou o governador, sob aplausos. “Queremos de vocês o compromisso de serem competitivos. No esporte, na cultura e, principalmente, na escola. A escola e a educação são o alicerce que a gente precisa ter na vida”, ressaltou.

O governador destacou os benefícios que, segundo ele, compõem uma sólida política de apoio à juventude goiana. O Passe Livre, afirmou, completa todo o projeto de apoio à juventude. “Temos o programa Jovem Cidadão, que já atendeu milhares de jovens aprendizes; o Bolsa Universitária, que chegará a 180 mil estudantes beneficiados; além de outros programas, que ao longo do tempo beneficiaram a juventude, como por exemplo, o Pró-Esporte, o Fundo de Cultura, dentre outros mecanismos de inserção da juventude”, enumerou.

Tarifa
O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), agradeceu o fato de o governador ter trazido para a cidade o PLE. De acordo com ele, o benefício ira desonerar a composição dos custos da tarifa de ônibus, já que a meia passagem dos estudantes, cujo custo era distribuído entre todos os usuários do sistema de transporte público, agora ficará coberta pelo Passe Livre. “Isso repercute muito na vida de cidade e nos dá mais maleabilidade na hora de negociar um futuro reajuste, no que diz respeito à passagem de ônibus, podendo torná-la mais barata. E facilita a vida dos estudantes também, porque sabemos que a educação é a base de tudo”, afirmou.

“É uma pena eu poder ser prefeito e ter o senhor governador apenas durante um ano e meio. É uma das grandes ‘penas’ que eu tenho, durante meu mandato”, lamentou o prefeito.

O ex-prefeito de Anápolis e secretário extraordinário para assuntos da Habitação de Goiás, João Gomes esteve entre os que comemoraram a chegada do Passe Livre ao município. “Era um sonho acalentado durante muitos anos da juventude de Anápolis. É com alegria que hoje estamos aqui para entregarmos esse presente para a juventude de Anápolis”.

O fato de Anápolis ser o primeiro município fora da Região Metropolitana a receber o benefício, de acordo com João Gomes, denota o carinho do governador com a cidade. “Não só o carinho, mas a responsabilidade que ele tem com a cidade e com todo o Estado de Goiás”.

A Companhia Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT) vai continuar tramitando a documentação que dá direito ao cartão do Passe Livre. Segundo o diretor do órgão, Carlos César Toledo, a CMTT já dispõe de estrutura para isso. “Estamos preparados para atender de maneira descentralizada, nos guichês dos Rápidos, do Brasil Park Shopping, do Terminal Urbano, além da Urban”, informou.

Precisamos do Brasil funcionando, diz governador

O governador Marconi Perillo afirmou na tarde de quinta-feira (3), em Anápolis, durante a inclusão do município no Programa Passe Livre Estudantil Universal (PLE), que o Brasil precisa reconquistar a estabilidade política para voltar a crescer e a gerar empregos. “Nesse momento, o que a gente precisa é o Brasil funcionando, se estabilizar, gerar empregos”, disse o governador, em entrevista coletiva, quando perguntado sobre o resultado da votação da Câmara dos Deputados na denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB).

Ao ressaltar a importância de o Congresso Nacional continuar com as reformas, o governador disse que crise entrou em um “nível de saturação”. “O Brasil está cansado de crise. Crise moral, ética, econômica, política, indecisão. O Brasil precisa gerar empregos, retomar o crescimento econômico, estabilizar a economia, manter esse ritmo que começou há um ano atrás de queda da inflação”, frisou.

Segundo ele, a reconquista da estabilidade vai “garantir a perenidade do futuro do País em relação à geração de empregos”. Marconi citou a melhora dos índices econômicos, como os que medem a inflação, que caiu de 10% para 4,5% em pouco mais de um ano. “Precisa continuar derrubando as taxas de juros. Há um ano era 15%, hoje é menos de 10%”, afirmou, ao fazer referência à necessidade de ampliar o crédito para aquecer a economia.

De acordo com o governador, o Brasil precisa estabilizar para melhorar as taxas de crescimento. “Crescer o PIB para que a população possa se beneficiar das reformas e retomada do desenvolvimento econômico. Por isso é importante a estabilidade. Não dá para a gente trocar de presidente todo dia. Se tiver que ser processado, ele será processado”, declarou aos jornalistas.

Candidatura
O governador Marconi Perillo passou a ser citado como opção do PSDB para a disputa para a Presidência da República em 2018, informa a edição desta quinta-feira, 3 de agosto. Segundo a coluna Painel, Marconi passou a ser mencionado como outro nome viável do partido na corrida para o Palácio do Planalto.

Segundo o Painel, o nome de Marconi passou a ser ventilado com mais força no PSDB nos últimos dias. Pesam a favor do governador de Goiás a experiência dos quatro mandatos à frente do Palácio das Esmeraldas, a vitrine dos programas implantados em suas gestões, a capacidade de articulação política e seu fortalecimento nacional.

Nos últimos meses, Marconi vem sendo citado com frequência como o nome preferido das principais lideranças do partido para presidir o Diretório Nacional do PSDB. O governador de Goiás é tido como um líder ponderado e diplomático, com grande capacidade para a construção de consenso.

Deixe um comentário