Ad
Home Últimas Notícias Comércio anapolino aposta em Dia das Crianças para aumento das vendas

ANA CLARA ITAGIBA

Cerca de 61% dos consumidores devem presentear seus filhos com brinquedos no Dia das Crianças, que acontece na próxima quinta-feira (12). Já 23% irão gastar com itens de vestuários, 3% com produtos eletrônicos e 6% não irão presentear. Os dados são da pesquisa de intenção de compras realizada pelo Núcleo de Pesquisa Econômico (Nepe), do curso de Administração da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e divulgada pela a Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis (CDL). A pesquisa foi realizada entre os dias 19 a 26 de setembro, com 400 consumidores.

Segundo o estudo, 71% das pessoas entrevistadas pretendem comprar nas lojas tradicionais – em ruas comerciais –, 25% em shoppings e 4% em galerias. “É um índice é considerado alto e os lojistas precisam estar muito atentos”, orienta o presidente da CDL Anápolis, Wilmar Jardim.

A pesquisa revelou ainda que 45% das pessoas pretendem gastar entre R$ 100,01 e R$ 300,00 com os presentes, 20% irão investir entre R$ 50,01 e R$ 100,00, sendo que apenas 8% irão gastar entre R$ 20,01 e R$ 50,00. “As pesquisas têm mostrado que o comércio tem realmente crescido, mesmo que lentamente”, diz Wilmar.

As crianças também foram entrevistadas durante a pesquisa e 59% disseram que gostariam de ganhar brinquedos. “Isso nos mostra como o Dia das Crianças realmente torna-se um atrativo muito bom para as lojas que vendem brinquedos. Vale lembrar também que nós não atendemos só os consumidores anapolinos. Moradores de 36 cidades ao redor de Anápolis veem fazer compras aqui”, afirma presidente da CDL Anápolis.

Além disso, 71% dos consumidores pretendem pagar em dinheiro, 22% em cartão de crédito, 3% em cheque, 3% em cartões de loja, enquanto apenas 1% recorrerá ao crediário.

Sendo que, de 2016 para 2017 houve um acréscimo de 7% de pessoas que resolveram usar o dinheiro como forma pagamento. “Isso é um sinal muito bom de que os consumidores não querem se endividar mais. Essa crise os ensinou a ter mais cuidado, mais cautela na hora de fazer compras. Hoje as pessoas preferem estar com o dinheiro no bolso para fazer a compra e pagar na hora”, disse Wilmar Jardim.

O gerente da loja de brinquedos Anahobby, Weliton José dos Santos, revela que as pessoas costumam usar mais cartões do que dinheiro, mas não é uma diferença considerável. “Mas, com certeza, para nós lojistas, pagar no dinheiro é melhor. Só que no cartão nós temos a vantagem de oferecer as facilidades do pagamento”, explica.

Assim como o presidente da CDL, Weliton também possui uma expectativa positiva quanto à data. “Acho que vai ser bem melhor que no ano passado. Em 2016 tivemos aquela crise, que ainda sentimos, mas estamos evoluindo. Com certeza eu vou ser surpreendido com o Dia das Crianças”, disse o gerente ao lembrar que os quatro primeiros meses deste ano não foram economicamente positivos em sua loja, mas depois houve uma alavancada considerável nas vendas.

Sazonal
De acordo com o presidente da CDL, as pesquisas mostram que a data comemorativa que movimenta o comércio é o Natal. Em segundo lugar está o Dia das Mães, em terceiro o Dia dos Namorados, seguido de Dia dos Pais e depois o Dia das Crianças.

“O dia 12 de outubro está muito próximo do Natal. Isso é bom para o comércio, uma vez que, daqui a apenas 60 dias teremos a data que mais movimenta a economia, e o consumo volta a ficar agitado. Por isso é bom trabalhar com duas datas em um período muito pequeno”, observa o presidente da CDL, Wilmar Jardim.

Deixe um comentário