Ad
Home Últimas Notícias Mortandade de peixes no Ribeirão das Antas pode ter sido causada por...

LUANA CAVALCANTE

O Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar foi acionado para verificar a mortandade de peixes no Ribeirão das Antas, em uma região que fica a 13 quilômetros de Mucambinho, distrito de Gameleira de Goiás. O coronel Giovanni Valente, responsável pelo Comando Ambiental, explicou que uma viatura foi enviada ao local após denúncia do vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB).

“Em um primeiro momento enviamos a viatura e constatamos que existe um vazamento de esgoto oriundo do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia)”, contou o coronel Giovanni Valente à reportagem, por telefone, na segunda-feira (16.out.17). Ele relatou que foram coletadas amostras da água e de peixes, encaminhados à Polícia Civil para análise.

O vereador Pastor Elias disse que está preocupado com a população local, que segue consumindo a água do ribeirão. Ao conversar com um dos moradores da região, um senhor de 70 anos chamando João, Pastor Elias disse que recebeu a informação de que a mortandade nunca havia ocorrido naquele nível.

“Nunca vi tanto peixe na minha vida. Dá para encher caçambas”, frisou o vereador. Segundo ele, os policiais andaram 10 quilômetros colhendo evidências de um possível crime ambiental. “Saíram do Córrego Extrema e chegaram ao Fortuna”.

Pastor Elias Ferreira também acionou o diretor-geral da Polícia Civil de Goiás, delegado Álvaro Cássio, e o secretário estadual Vilmar Rocha (Secima), para que também tomem providências em relação à mortandade dos peixes.

Deixe um comentário