Ad

FERNANDA MORAIS

Na tarde da última segunda-feira (5.mar.18), o prefeito Roberto Naves (PTB) convocou uma coletiva com a imprensa para anunciar a nova composição de seu governo. Ao lado de seu vice, Márcio Cândido (PSD), o petebista começou falando sobre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente Habitação e Planejamento Urbano, que passará a se chamar Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. A partir de agora a pasta será comandada pelo ex-vereador Wederson Lopes (PSC).

Wederson Lopes já fazia parte da administração e respondia pela Diretoria de Habitação do Executivo. “Fizemos uma inversão. O Daniel Fortes deixa a secretaria de Meio Ambiente e assume a Diretoria de Habitação que antes estava com Wederson Lopes”, explicou. De acordo com o prefeito, a mudança é provisória, já que existe a previsão de transformar o setor de Habitação do Município em uma nova secretaria. “Assim que a questão do limite prudencial estiver totalmente resolvida, vamos proceder com a mudança”, destacou.

A secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, que estava sob a responsabilidade de Rodolfo Valentini, agora terá a frente Tânia Aparecida, ex-gerente do Sebrae. Valentini permanece na gestão de Naves, mas agora somente no comando do Instituto de Seguridade Social de Anápolis (ISSA).

Francisco Lacerda assume a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos no lugar de Vinicius Alves de Souza. Por fim, o chefe da Assessoria de Imprensa do prefeito é Luiz Gonzaga Jayme. Essas foram as nomeações anunciadas na última segunda-feira. Lembrando que na semana passada tomou posse na Secretaria de Defesa do Consumidor, Robson Torres, que estava lotado na diretoria da Receita Municipal, Karin Abrão foi destacado para Secretaria de Esportes e o empresário Adriano Baldy ficou na Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Por enquanto o vice-prefeito Márcio Cândido continua na Secretaria Municipal de Recursos Humanos. Ele deve se descompatibilizar do cargo no início do mês de abril, já que existe a previsão do vice disputar algum cargo eletivo em outubro desse ano, a princípio para deputado estadual, porém cogita-se a hipótese do vice-prefeito participar de uma chapa majoritária ao lado de José Eliton (PSDB).

Sobre a permanência de Carlos Cesar Toledo na diretoria da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), Roberto Naves afirmou que “enquanto não houver desconforto entre as duas partes, não há necessidade de fazer mudanças no órgão”. Carlos Cesar Toledo deve ser um dos comandantes da Campanha de Ronaldo Caiado (DEM) ao governo de Goiás. O senador lidera o maior bloco de oposição ao candidato da base de Marconi Perillo (PSDB), que tem o PTB de Naves como aliado.

O prefeito informou ainda que não haverá solenidade de posse para nenhum dos novos secretários. Segundo Roberto, hoje pela manhã todos os seus assessores iniciaram seus trabalhos. o dia começou com uma reunião no gabinete do chefe do Executivo.

Deixe um comentário