Home Cidades Iluminação de Anápolis passa a ter lâmpadas que gastam menos

Na última semana, 3,3 mil lâmpadas de LED (Light Emitting Diode) começaram a ser instaladas no Bairro Recanto do Sol

ANA CLARA ITAGIBA

A iluminação pública de Anápolis está passando por mudanças. Na última semana, 3,3 mil lâmpadas de LED (Light Emitting Diode) começaram a ser instaladas no Bairro Recanto do Sol. O serviço deve ser concluído nos próximos 40 dias nesta região e logo depois será a vez do Bairro Paraíso. A mudança, que foi um compromisso de campanha do prefeito Roberto Naves, promete gerar mais economia no bolso da população, já que no prazo de três anos refletirá na diminuição da Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

Além disso, é uma opção sustentável, pois quase não necessita de manutenção – duram 25 vezes mais que a lâmpada incandescente – e proporciona a redução de até 30% do consumo de eletricidade, o que, consequentemente, diminui a utilização de água para a geração de energia.

A segurança também é um fator importante que foi levado em consideração quando se pensou em fazer a sua aquisição. “A luminosidade dela é muito maior, agora as vias estarão bem mais claras”, afirmou o secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, Francisco Lacerda. Nas avenidas serão instaladas lâmpadas de 70 watts e nas demais ruas de 50 watts.

O comandante do 28º Batalhão de Polícia Militar (28º BPM), major Luciano Souza, que é responsável pela região, disse que a troca irá prevenir crimes. “Em uma área bem iluminada, os índices de violência são sempre menores”, avaliou.

Apesar da economia em longo prazo, todos estes benefícios requerem um alto investimento. Cada lâmpada equivale a R$ 600,00 e nesta primeira etapa – Bairro Recanto do Sol e Bairro Paraíso – serão gastos R$ 3 milhões. Se for levado em conta que em toda a cidade são aproximadamente 40 mil pontos de iluminação, a aplicação total será de aproximadamente R$ 30 milhões, ao longo dos três anos que estão previstos para a conclusão do serviço.

Como o valor é muito alto, o trabalho precisa ser dividido em etapas. Depois que os dois primeiros bairros forem finalizados, outros sete da região norte serão contemplados ainda este ano. Para dar continuidade, um novo processo licitatório já foi aberto para a aquisição de mais 4,6 mil lâmpadas. A previsão é que 10 mil sejam instaladas em 2018 e para isso cerca de R$ 9 milhões serão utilizados da conta da CIP.

“Esse dinheiro já estava na conta para ser gasto em iluminação pública, o que não gera nenhum tipo de impacto negativo em outras demandas da Prefeitura de Anápolis”, ressaltou o prefeito Roberto Naves.

Além disso, não há espaço o suficiente para estocar todas as lâmpadas se elas fossem compradas de uma vez. “Nós temos que fazer isso com calma para que tenhamos segurança financeira”, pontuou Roberto Naves.

Os próximos serão: Jardim das Américas – 3ª Etapa; Loteamento Residencial América; Vila Norte, o Jardim dos Ipês; Residencial Portal do Cerrado; Residencial Vale do Sol; Parque Residencial das Flores; Residencial Araguaia. “Fizemos um estudo e daremos prioridade para as regiões que mais necessitam, mas toda a cidade será contemplada com o benefício”, garantiu o secretário Francisco Lacerda.

Reaproveitamento
Todo o material elétrico que estão sendo retirados na primeira etapa será guardado para ser usado em eventuais estragos em outros bairros. “Nós teremos uma economia no que diz respeito a isso. As lâmpadas, os braços, a capa, tudo isso será reaproveitado em outros bairros na medida em que for necessário. A partir de agora a tendência é que a gente compre apenas lâmpadas de LED”, afirmou o prefeito Roberto Naves.

Deixe um comentário