Home Política Anápolis terá R$ 6 milhões a mais no orçamento anual da Saúde

Prefeitura de Anápolis consegue revisão de valores no Ministério da Saúde que beneficia média e alta complexidade não só do município, mas de toda a região compactuada

DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Anápolis conseguiu a correção dos recursos disponibilizados pelo Ministério da Saúde para custeio de serviços e ações de saúde de média e alta complexidade. O incremento de R$ 6,6 milhões – totalizando cerca de R$ 114,6 milhões por ano – é resultado de um trabalho de gestão feito pelo prefeito Roberto Naves (PTB) junto ao governo federal, para manter o equilíbrio fiscal na área da saúde e oferecer atendimento à população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

A portaria para liberação dos recursos foi assinada na sexta-feira (22.jun), pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, em solenidade no Teatro Municipal. O montante será incorporado ao Teto Financeiro de Média e Alta Complexidade (teto MAC) de Anápolis, responsável por gerir os recursos para cerca de 70 municípios pactuados que fazem parte da Regional Pireneus e da Macrorregião Centro-Norte de Goiás. Atualmente, a cidade recebe uma média de R$ 108 milhões ao ano por meio desse bloco de financiamento do SUS.

Os recursos serão destinados a cerca de 30 hospitais, laboratórios e clínicas credenciadas para ações de média e alta complexidade como, por exemplo, custeio de leitos de UTI e de procedimentos voltados para doenças renais crônicas, cardiologia, neurologia, transplantes, oncologia, implantes, ortopedia, traumatologia, oftalmologia, cirurgias eletivas e demais procedimentos de pequeno, médio e grande porte.

Segundo a gestão municipal, essa correção demonstra o empenho em garantir o equilíbrio financeiro e fortalecer a rede de atenção à saúde. Segundo o prefeito Roberto Naves, é um recurso que vai compensar o valor gasto pela prefeitura, mensalmente, em torno de R$ 550 mil, que são de responsabilidade do governo federal. “Esse incremento vai proporcionar a ampliação dos atendimentos e mais qualidade na saúde pública, resultando em benefícios para a população”, disse.

Para o ministro Gilberto Occhi, mais que uma correção, essa incorporação de recursos é o reconhecimento de um trabalho bem feito da Prefeitura de Anápolis na área da saúde. “Temos um aumento na produção dos serviços de média e alta complexidade, por isso a liberação dos recursos é de extrema importância para garantir a eficácia no atendimento”, ressaltou.

Parcerias
Além do trabalho de gestão da prefeitura na busca desta correção, o apoio de parceiros foi fundamental para alcançar esse incremento. Um dos responsáveis por essas tratativas, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, esteve na solenidade e contou que acompanhou a luta do prefeito Roberto Naves ainda quando estava na Câmara dos Deputados. “Acompanhei o prefeito Roberto Naves e do deputado Jovair Arantes e também entrei nessa luta para melhorar a saúde em Anápolis”, lembrou.

Presente no evento o governador, José Eliton (PSDB) também destacou a importância da ação conjunta entre todas as esferas públicas. “Essas parcerias fortalecem o bem comum e são fundamentais para o desenvolvimento de nosso Estado”, comentou. Para o prefeito Roberto Naves, este trabalho conjunto, o relacionamento respeitoso e que permite o diálogo, é responsável pelo sucesso da administração pública. “Graças a essas parcerias em prol da cidade, Anápolis recupera o seu protagonismo em Goiás e no Brasil”, frisou.

O evento ainda contou com as presenças da primeira-dama Vivian Naves, dos deputados federais Jovair Arantes (PTB) e Daniel Vilela (MDB), do ex-senador Demóstenes Torres, do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Leandro Ribeiro, do vice-prefeito Márcio Cândido, do prefeito de Terezópolis de Goiás, Francisco Alves de Sousa (Juninho), o presidente da Câmara, Amilton Filho, vereadores e representantes de diversos setores.

Deixe um comentário