Home Esportes Anápolis elege novo presidente no dia 13.jul e busca se reorganizar

Desafio é alcançar estabilidade na gestão; rebaixado mais uma vez este ano, clube teve três presidentes nos últimos dois anos

DA REDAÇÃO

O Anápolis Futebol Clube vai eleger seu novo presidente executivo. A Assembleia
Extraordinária foi marcada para o dia 13 de julho de 2018, às 19 horas em primeira convocação e às 19h30 em segunda convocação, na sede do clube, no Bairro Boa Vista. O edital é assinado pelo presidente do Conselho Deliberativo, José Paulo Tinazo. Foram convocados todos os membros efetivos do Conselho, em pleno gozo de seus direitos estatutários.

Nos últimos dois anos o Anápolis enfrentou tempos de instabilidade em sua diretoria. Desde a renúncia do diretor de futebol, André Hajjar, e o desligamento do grupo do empresário Francis Melo, no início de 2017, o clube teve três presidentes: Fernando Cunha (em duas oportunidades), Ademir Marinho e Degmar Pereira. Tanto Cunha como Pereira renunciaram ao mandato. O cargo está vago desde o final do Campeonato Goiano.

A articulação tricolor tem como objetivo restabelecer a força administrativa, que necessariamente passa pela unidade de pensamento dos diretores. José Paulo Tinazo, por mais de uma vez, cobrou mais participação, especialmente quando o assunto é divisão de despesas. A redução de patrocinadores, motivada pela recente crise financeira, aumentou o grau de dificuldade. E, ao final das competições, sempre ficam restos a pagar.

Para que o departamento de futebol recupere o espaço que perdeu, principalmente com o novo rebaixamento para a Divisão de Acesso, é necessário uma diretoria coesa. Ainda não há informações precisas sobre a participação do clube nas competições de base agendadas para o segundo semestre – Copa Goiás Sub 19 e Taça Mané Garrincha Sub 17. No âmbito profissional, o próximo compromisso do clube está marcado para o segundo semestre de 2019, quando disputa a segunda divisão do Campeonato Goiano.

Deixe um comentário