Ad
Home Cidades Goiás tem queda em todos os crimes contra a vida no 1º...

Indicadores também regrediram no comparativo mensal

Goiás registra queda em todos os crimes contra a vida no primeiro trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado. Homicídios recuaram 11,39%, ao passo que as tentativas de homicídio regrediram 12,99%. Latrocínios, por sua vez, recuaram 26,67%.

“Há um empenho muito grande das forças policiais para coibir o crime no Estado. Estamos no caminho certo e a tendência é de que vamos avançar ainda mais para garantir da segurança da população, como se comprometeu o governador Ronaldo Caiado”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

Também apresentaram redução os crimes de roubo de cargas (-75,36%), roubos de veículos (-58,23%), roubos ao comércio (-54,22%), roubos a transeuntes (-58,32%). De janeiro a março de 2019, foi registrado apenas um roubo contra instituições financeiras, o que representa uma queda de 88,89%. Casos de estupro caíram 4,62%.

“O trabalho de inteligência das nossas tropas tem sido muito eficiente. Isso permite um avanço muito grande também na prevenção de ocorrências. Diversas quadrilhas foram desarticuladas nos últimos meses antes de cometerem crimes. Vamos continuar atuando de forma incisiva neste sentido”, explicou o titular da SSP.

Ainda nos primeiros três meses deste ano, foram registradas quedas em furtos de veículos (-28,34%) e furtos a transeuntes (-71,01%). Apenas três indicadores oscilaram para cima: furtos em residências (6,18%), furtos ao comércio (42,35%) e roubos em residências (29,55%). “Todas as forças policiais já estão atuando para reverter este quadro. Tenho certeza que, muito em breve, essas ocorrências também serão reduzidas”, garantiu Rodney Miranda.

Comparativo mensal
Na comparação entre março de 2019 com o mesmo mês do ano passado, apresentaram queda: homicídios (-17,39%), tentativas de homicídio (-23,79%), latrocínios (-50%), estupros (-3,80%), roubos a transeuntes (-56%), roubos de veículos (-59,51%), roubos ao comércio (-47,58%), roubos de cargas (-58,14%), furtos de veículos (-30,66%) e furtos a transeuntes (-69,51%).

Nenhum roubo contra instituições financeiras foi registrado em março deste ano. Oscilaram para cima roubos em residências (32,54%), furtos ao comércio (19,25%) e furtos em residência (5,55%). Todas as medidas estão sendo tomadas para garantir que estes indicadores também recuem nos próximos meses.

Segundo o secretário, algumas quadrilhas que foram reprimidas em outras modalidades, como no caso do tráfico de drogas, tentaram mudar de área de atuação. “Já identificamos grande parte destes grupos e não tenho dúvidas de que serão retirados das ruas em breve”.

Fonte: Comunicação Setorial Secretaria de Segurança Pública
Mais informações:(62) 3201-1027

Deixe um comentário