Ad
Home Últimas Notícias Prefeitura de Anápolis reduz cobrança de taxas públicas

Cidadão passa a pagar menos pela iluminação e recolhimento do lixo, com desonerações da CIP e da TSU

Fonte: Prefeitura Municipal de Anápolis

Focada no aumento da eficiência da máquina pública, a Prefeitura de Anápolis conseguiu reduzir para o contribuinte duas importantes taxas. A chamada Contribuição de Iluminação Pública (CIP), que consta mensalmente junto à conta de energia, registrou decréscimo de 26%. E a Taxa de Serviços Urbanos (TSU), referente ao recolhimento do lixo, que caiu 21%.

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Geraldo Lino, a instalação gradual de lâmpadas de LED no município, em substituição às de vapor de sódio, trouxe impacto imediato. “Muito mais econômica e durável, a nova iluminação também incrementou a segurança nos bairros, a diferença de luminosidade é significativa”, pontua o secretário.

Além desta ação, outro fator que contribuiu para a redução das duas taxas foi a expansão da área construída da cidade, o que diluiu ainda mais a conta para a população. “A Prefeitura também não concedeu reajuste à empresa terceirizada que faz o recolhimento de lixo na cidade e o cidadão teve papel importante: gerou menos lixo”, explica Geraldo Lino.

Ele garante que o desconto na TSU, em breve, vai aumentar mais ainda. “A partir da conclusão do georreferenciamento da cidade, que é um mapa digital atualizado, a divisão dos custos ficará mais justa, desonerando quem tem imóvel em situação regular perante o município”.

Morador da Vila Góis, Adão Ladd observou a redução e diz que toda desoneração é bem-vinda. Ele também aproveitou o desconto de bom pagador, 15%, no IPTU, pois quitou em dia o imposto no ano anterior e também neste. “A expectativa é que o desconto se repita no próximo ano, acompanhado de mais redução nas taxas”, falou Adão.

A modernização da estrutura da cidade e de sua administração, voltada para a melhoria da qualidade de vida do anapolino, está entre as diretrizes estabelecidas pelo prefeito Roberto Naves. O Portal do Cidadão é um dos principais resultados deste direcionamento. Operando desde 2017, já no primeiro ano de sua gestão, possibilitou que uma série de serviços, antes realizados apenas presencialmente, fossem feitos de maneira totalmente online, com economia de tempo e recursos, tanto para o cidadão quanto para a Prefeitura.

Saindo à frente das grandes capitais, hoje, Anápolis é a primeira localidade da região Centro-Oeste a implantar a emissão totalmente online do alvará de obras – documento que autoriza a execução de obras e serviços no município -, um dos processos mais burocráticos e demorados para o segmento da construção civil. O trâmite, que antes levava de 45 a 60 dias, passou a ser solucionado em até 48 horas, desde o início do ano passado.

Deixe um comentário