Ad
Home Destaques Anápolis se destaca em ranking de negócios

Pesquisa revela que município só fica atrás de Goiânia e Catalão na lista das melhores cidades goianas para se fazer negócios

Fonte: Prefeitura de Anápolis

 

Anápolis avança 21 posições e é considerada a terceira melhor cidade goiana para se fazer negócios e a 57ª no País (em 2018 estava na 78ª posição), segundo estudo publicado nesta semana pela Revista Exame. Em Goiás, só perde para a capital (23ª posição no ranking nacional) e Catalão (45ª). “Estamos inaugurando um novo ciclo de crescimento para a cidade, que começou a ser construído lá no início da gestão”, afirma o prefeito Roberto Naves.

 

Ele explica que notícias como esta são resultado da modernização e desburocratização implantadas na máquina pública, o que traz ganhos diretos de eficiência, controle e transparência, influenciando o ambiente de negócios positivamente, pois gera segurança para realização de investimentos. O Estudo das Melhores Cidades para Fazer Negócio, realizado pela Urban Systems, avalia as cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes com as melhores condições econômicas, de infraestrutura e serviços para se investir.

 

Anápolis tem feito o dever de casa, descentralizando o desenvolvimento da cidade, por meio de projetos como o polo industrial municipal, com potencial de geração de milhares de empregos. Com localização estratégica, o novo distrito deverá ser instalado na região norte, uma das áreas mais populosas da cidade — a chamada grande Recanto do Sol, com 50 mil pessoas –, da qual moradores se deslocam diariamente para trabalhar ou buscar oportunidades na porção sul, que é onde fica o Daia. Mas o diferencial do empreendimento, além de colaborar para um desenvolvimento equilibrado na cidade, inclusive melhorando o trânsito, é que ele será voltado apenas para empresas de base tecnológica, ou seja, que não geram efluentes.

 

Aliada à iniciativa, também está em curso o Programa Graduação, que fomenta a qualificação da mão-de-obra, com a oferta de centenas de bolsas universitárias a estudantes de baixa renda. E, falando de saúde, o Zap da Prefeitura, em poucos meses de funcionamento, revolucionou o agendamento de consultas e exames na cidade.

 

Investindo em medidas inteligentes e inovadoras de governança, encontra-se soluções economicamente efetivas, permanentes e sustentáveis. “A gestão que não acompanha os avanços tecnológicos, está fadada a perder em qualidade de atendimento à população e em controle dos gastos públicos. Voltar os olhos para a inovação é a única maneira de dinamizar a economia”, pontua o prefeito.

Deixe um comentário