Ad

Fonte: Assembleia Legislativa de Goiás

Ao debater da tribuna o projeto de lei 5862/19 durante a sessão ordinária nesta terça-feira, 23, o deputado Amilton Filho (SD) disse estranhar atualmente o debate sobre incentivos fiscais, os quais no passado, segundo ele, já foram exaustivamente debatidos e, por seguinte, aprovados pela própria Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Ele destaca que o que está sendo movimentado é, na verdade, uma quebra de acordo, já que tudo está sendo feito dentro das leis que foram criadas para tal. “Além disso, essa questão do incentivo deve ser debatida com maior responsabilidade, pois os dados que estão sendo apresentados não são simples. É preciso saber o real impacto destes incentivos na economia goiana além de números diretos, mas também sob aspectos sociais e econômicos em um aspecto mais amplo”, observou.

O parlamentar disse que não vê a situação como sendo o governo demonizando a situação. “Eu entendo que está sendo buscado um entendimento e um equilíbrio neste tema. As montadoras de veículos, por exemplo, não são vilãs, elas vieram pra cá com uma proposta clara, por uma oferta de governo, e que foi acordada com aval aqui da Casa. A questão dos incentivos fiscais deve ser melhor discutida, também sob o aspecto do IPI, entre outros. É um debate presente e que possamos ter mais cuidado com esse assunto, pois excessos acabam gerando insegurança”, alertou Amilton Filho.

Deixe um comentário