Ad

Dois pacientes tiveram morte encefálica

Com o apoio da Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde de Goias (SES-GO), o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana) realizou durante na quinta-feira, 28, a captação de órgãos de dois pacientes que tiveram o diagnóstico de morte encefálica. No total foram oito órgãos captados, entre rins, pâncreas, fígado e córneas, que foram doados a pacientes de Goiás e São Paulo.

Com a autorização da família, um jovem de 17 anos doou os dois rins, o pâncreas, o fígado e as duas córneas, e um senhor de 65 anos também doou os dois rins. Dos órgãos do jovem, um rim, o pâncreas e o fígado foram doados a moradores de São Paulo; os demais a pacientes de Goiás. Os dois rins do idoso também beneficiaram goianos.

“A sensibilidade da família é essencial neste momento. Somente com o “sim” dela é possível fazer a captação, por isso agradecemos aos familiares desses dois pacientes por permitirem que outras vidas sejam salvas com as doações”, comentou a gerente da Central, Katiúscia Freitas,

Os resultados, segundo Katiúscia, é reflexo de amplo e permanente trabalho de capacitação das equipes de saúde na abordagem com os familiares e nos cuidados fornecidos aos pacientes no contexto do diagnóstico de morte encefálica. “Trabalhamos em total conformidade com a legislação vigente, seguindo os protocolos recomendados, o que proporciona maior segurança para a realização do diagnóstico e amplia a confiança dos familiares.

Transplantes de rins

De acordo com dados da Gerência de Transplantes da SES-GO, o número de doações efetivas de múltiplos órgãos em Goiás saltou mais de 40% nos últimos três anos. Em 2016 eram 46, passando para 66 neste ano.

Esse índice ainda vai aumentar, considerando que os números de 2019 são dos primeiros dez meses. Com relação ao número de transplantes, de janeiro a outubro, houve 769 procedimentos, com destaque para córnea (465) e rins (174), que, neste caso, quase dobraram nos últimos três anos.

Além de captações de órgãos, a rede da SES-GO conta com uma unidade referência em transplantes de rins. Trata-se do Hospital Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), que promoveu nos últimos dois anos cerca de 320 procedimentos – somente nos dez primeiros meses deste ano foram 166 transplantes. O HGG ocupa a décima posição no ranking nacional em número de procedimentos, segundo Registro Brasileiro de Transplantes (RBT).

Comunicação Setorial da Secretaria da Saúde de Goiás

Mais informações: (62) 3201-3784 / 3201-3816 / 3201-3811

Deixe um comentário