Ad
Home Destaques Anápolis terá maior pomar urbano do bioma Cerrado

Parque da Cidade vai receber 6 mil mudas de frutos do Cerrado, ação começa nesse fim de semana

Fonte: Prefeitura de Anápolis

Cagaita, mangaba, uvaia, taperebá, goiaba, caju, açaí, pitanga, pequi. Essas são algumas das 45 espécies que vão compor o maior pomar público urbanode frutos do Cerrado do País. O início prático dessa história começa neste sábado, 11, quando aproximadamente 500 mudas serão plantadas no Parque da Cidade – localizado na região Sul de Anápolis. Na segunda-feira, 13, começa a reabilitação ambiental no Parque da Jaiara – com o plantio de ipês amarelos, buritis e árvores frutíferas. Um dos objetivos é atrair polinizadores e integrar população à natureza.

A primeira etapa do pomar urbano – que será concluído até o fim desse período de chuva –prevê a presença de 3 mil mudas plantadas. A segunda etapa, prevista para o segundo semestre, quando reiniciam as chuvas – serão plantadas outras 3 mil mudas. “No total, vamos plantar 6 mil árvores e será o maior pomar público do País de bioma Cerrado”, explica o diretor de Recursos Hídricos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Antônio El Zayek.

Ele explica que a ideia surgiu com o objetivo de atrair insetos polinizadores, além de um ambiente nativo que atraia as pessoas. “As abelhas estão desaparecendo e essa é uma forma de atraí-las. Além do mais, pensamos também numa forma de fazer um resgate cultural com a população, já que muitos nem conhecem determinadas frutas”, diz.

Em uma ação de parceria, as mudas são oriundas dos viveiros municipais, mas plantadas com o Grupo de Proteção Ambiental (GPA). Essa mesma ação se repetirá nos próximos finais de semana. Um dos maiores desafios desse tipo de projeto, o custo de manutenção, será bastante reduzido exatamente por se tratarem de espécies locais – totalmente integradas ao ambiente.

Parque da Jaiara
Na segunda-feira, 13, o Parque da Jaiara vai passar por um novo ciclo ambiental. Depois do parque ter sido destruído na primeira chuva que caiu após a inauguração, em 2016, foi revitalizado e agora ganhará um novo cenário. Projeto criado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano terá como parceiros a MRV e Viveiro Sacura.

Serão plantadas 300 mudas de buritis ao redor do lago. Na margem do parque serão plantados ipês amarelos, além de composições na parte central com árvores frutíferas. Ali, serão mais 200 mudas.

Deixe um comentário