Goiás tem 47 mortes e 1.069 casos confirmados de coronavírus

11.620 casos estão em investigação. Número de mortes diminuiu de 49 para 47, pois houve duplicidade no registro

 Publicado: 09 Mai 2020

A Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 1.069 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19). Destes, há 47 mortes confirmadas. No Estado, há 11.620 casos suspeitos em investigação. Outros 3.929 já foram descartados. No Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) há 218 amostras em análise.

Há 47 óbitos confirmados de Covid-19 em Goiás até o momento. Há 38 óbitos suspeitos que estão em investigação. Já foram descartados 103 mortes suspeitas nos municípios goianos. O boletim com as notificações da SES-GO foi informatizado e realiza o processamento dos dados a partir dos sistemas do Ministério da Saúde (e-SUS VE e Sivep Gripe).

Eventuais diferenças são justificadas por ajustes nas fichas de notificação pelos municípios, como por exemplo, a atualização do local de residência da pessoa.

Há 56 casos confirmados internados. Destes, 40 pessoas estão hospitalizadas em leitos clínicos e 16 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Há ainda 72 casos suspeitos e em investigação que encontram-se internados; destes, 43 estão em leitos clínicos e 29 em UTI.

Para conferir os detalhes dos casos e óbitos confirmados, suspeitos e descartados, acesse o painel Covid-19 do Governo de Goiás por meio do link www.covid19.saude.go.gov.br. Os números na plataforma são atualizados a cada 30 minutos.

Sobre os dados

Desde as primeiras confirmações de doença pela Covid-19, a SES-GO divulga boletins diários com atualizações sobre os casos confirmados e óbitos. Os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. Os boletins são elaborados a partir dos dados inseridos nos sistemas e-SUS VE e SIVEP Gripe, do Ministério da Saúde, pelas diversas instituições de saúde cadastradas no Estado, conforme endereço de residência informado pelos usuários.

Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilância Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação.

O responsável pela notificação deve registrá-la e mantê-la devidamente atualizada nos sistemas oficiais de notificação, desta forma, se cada um fizer corretamente sua parte, a informação é democratizada e disponibilizada a todos em tempo oportuno.

Os dados deste boletim foram divulgados às 13h30 de sábado, 9 de maio de 2020.

 

Deixe um comentário