Decreto do governador Ronaldo Caiado repassa 87 alqueires à Companhia com o objetivo de expandir o Distrito Agroindustrial de Anápolis, atrair novos investidores e gerar novos empregos

Decreto do governador Ronaldo Caiado, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira,dia 14, transfere 87 alqueires da Plataforma Logística Multimodal de Anápolis à Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) com o intento de possibilitar a expansão do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), o segundo maior polo farmoquíco do País, e a atração de novos investidores para o Estado.

Ao lado da BR-153/060, a área conta com o aeroporto de cargas de Anápolis, o Porto Seco, é interligada ao Porto de Santos por um ramal da Ferrovia Centro Atlântica, além de ser o marco zero da ferrovia Norte-Sul no Centro-Oeste e contar com a construção do Anel Viário entre a BR-060, a GO-330 e o Daia, que foi destravada e retomada pela atual gestão da Codego.

Junto com essa obra, a empresa estatal tem investido aproximadamente R$ 10 milhões na infraestrutura do parque industrial de Anápolis para acelerar o seu desenvolvimento, com a ampliação do sistema de captação d’água, recapeamento de vias, revitalização de equipamentos de mobilidade urbana – ciclovia e pontos de ônibus, além de outras melhorias estruturais.

“Estamos ampliando o parque industrial de Anápolis com a intenção de gerar mais oportunidades de empregos aos goianos. Para isso temos investido na restauração da infraestrutura e agora voltaremos nossa atenção para fazer as interligações necessárias com a Plataforma Logística”, destacou o presidente da Codego, Marcos Cabral.

Apenas para o Daia, a Companhia tem aproximadamente 20 pedidos de terrenos para instalação de novas indústrias. Na última terça-feira, dia 12, a Codego assinou contratos de cessão de áreas para cinco empresas, que investirão R$ 51 milhões no município, com a construção iniciada a partir deste mês de maio.

Além dessas, também foi assinado na solenidade contrato para ampliação de terreno de um laboratório farmoquímico, com o aporte de R$ 290 milhões. Somados todos os investimentos previstos superam os R$ 340 milhões com geração de aproximadamente três mil empregos diretos e indiretos.

A Codego é uma empresa de economia mista sob controle acionário do Estado e tem por objetivo a promoção do desenvolvimento econômico mediante o desempenho de atividades de fomento para diversificação da economia, geração de empregos e renda e preservação do meio ambiente.

Mais informações: (62) 3604-1315

Comunicação Codego – Governo de Goiás

 

Deixe um comentário