Ad

Ao contrário do contrato de 2015, que vigorou nos últimos cinco anos, este prevê a ampliação do serviço a cada novo bairro construído no município

Fonte: Prefeitura de Anápolis

Cerca de 30 bairros de Anápolis vão passar a receber coleta de lixo – com a assinatura do novo contrato entre a Prefeitura Municipal de Anápolis e a Quebec Ambiental –, além da probabilidade de incluir novos bairros que forem surgindo no município nos próximos cinco anos. Outras vantagens são o aumento do número de tratores e caminhões de coleta, e o aperfeiçoamento do trabalho logístico que vai otimizar os trabalhos de capina e roçagem na cidade. O valor do contrato anual com a Quebec Ambiental é de R$ 39 milhões.

Nesse novo contrato, o volume de caminhões sai de 12 unidades para 16 caminhões de coleta de lixo, que trabalham quase em sistema integral de 24 horas, para assim atender mais de 300 bairros de Anápolis. “Bairros circunvizinhos da Região da grande Vila Jaiara, por exemplo, vão passar a receber o serviço de coleta de lixo, assim como bairros da Região Extremo Sul”, informa o diretor de limpeza urbana, Yan Castro. Na prática, todas as ruas pavimentadas receberão o serviço.

Yan explica que anteriormente os serviços eram pagos de acordo com o número de equipes e, atualmente, é por produtividade. Com um trabalho logístico melhorado, ele acredita que a otimização de serviços como roçagem, capina e varrição vão dar um salto de agilidade. “No contrato de 2015, era um ônibus para levar três equipes, então quando deixava a última equipe num ponto já havia perdido muito tempo e o mesmo ocorria no retorno. Agora não, cada equipe conta com um veículo de transporte”, afirma. Para fazer esses serviços, existem 12 tratores, quatro a mais que o contrato anterior, além de todos os equipamentos serem novos, o que dispensa manutenção.

 

Deixe um comentário