Ad

O Governo de Goiás subiu mais dez pontos no ranking divulgado nesta segunda-feira, dia 29, pela Transparência Internacional/Brasil em relação à transparência dos dados sobre as contratações emergenciais no combate à Covid-19. O Estado continua entre os primeiros colocados no país – é o quinto, com 94,9 pontos e classificado como ótimo em escala que vai até 100. Na avaliação anterior, publicada em maio, Goiás estava com 84,8 pontos, também nas primeiras colocações.

O ranking da Transparência Internacional levanta mensalmente as informações disponíveis nos portais da transparência de todos os estados e capitais relativas às aquisições de bens e serviços emergenciais para combater o coronavírus. O Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado e da Secretaria da Saúde, criou em seu Portal da Transparência (www.transparencia.go.gov.br) o CoronaTransp, que reúne todas informações sobre os investimentos de recursos financeiros no enfrentamento da pandemia e sobre os dados epidemiológicos.

Nos painéis do CoronaTransp relativos às compras, base das avaliações do ranking, estão disponíveis dados abertos sobre a quantidade de itens, empresa vencedora, valor e órgão que fez a aquisição, além de um campo de busca com detalhes do objeto, descrição do item, órgão e nome do credor. É possível tabular e demonstrar os ganhadores das licitações e os valores investidos na aquisição dos produtos ou serviços. Todos os dados são extraídos do sistema de compras governamentais, o ComprasNet.

É determinação do governador Ronaldo Caiado que essa administração tenha a transparência dos atos como um de seus principais objetivos, para que a sociedade tenha clareza de como são investidos os recursos dos impostos. O Portal da Transparência de Goiás também é o primeiro colocado nacional, com 100 pontos, no ranking da Open Knowledge Brasil, que avalia o grau de transparência dos dados epidemiológicos.

Para tabular a pontuação dos estados, a Transparência Internacional/Brasil busca informações em portais dedicados às contratações emergenciais, no portal oficial do governo, no portal da transparência e nas redes sociais, entre outros. São avaliadas as informações disponíveis sobre as compras emergenciais, formatos em dados abertos, legislação, além de ações para controle social, tais como link para a Ouvidoria e possibilidade de pedido de acesso à informação. Goiás está bem pontuado em todas as tabelas. Os dados desse ranking foram coletados nos sites oficiais e nas redes sociais dos governos entre os dias 15 e 18 de junho.

A Transparência Internacional é uma organização não-governamental dedicada ao combate à corrupção. Com a sociedade civil, atua para promover a conscientização e o engajamento cidadão para o controle social da corrupção. Com os governos, empresas e organizações internacionais, desenvolve programas efetivos que ataquem este problema de forma sistêmica e que promovam conquistas duradouras e sustentáveis.

Com a Transparência Internacional/Brasil, Goiás já participa, juntamente com outros seis estados, do projeto Integridade nos Estados Brasileiros: uma iniciativa que visa cooperar com os governos estaduais no desenvolvimento de planos de enfrentamento da corrupção e promoção da integridade. Um dos motivos do desenvolvimento desse projeto é a qualidade e o estágio atual do Programa de Compliance Público do Poder Executivo do Estado de Goiás (PCP), um dos principais programas de integridade desenvolvidos no Brasil.

Mais informações: (62) 3201-5372

Comunicação Setorial CGE – Governo de Goiás

Deixe um comentário