Ad
Home Últimas Notícias Fica 2020 inscreve 331 filmes de 17 países

Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental será de 16 a 21 de novembro, de forma 100% virtual. Prêmios somam R$ 142,5 mil em diversas modalidades, inclusive taxa de seleção.

Publicado: 29.09.2020

O homenageado será o jornalista Washington Novaes, que morreu em agosto deste ano. Ele foi um dos principais nomes no jornalismo e audiovisual ambiental e despertou a atenção do Brasil e do mundo para o Cerrado.

Mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia de Covid-19, o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2020) contabiliza 331 filmes inscritos até a meia-noite desse domingo (27/09), quando as inscrições se encerraram. Do total, 211 são de curtas e 38 de longas.

Representantes de 17 países se inscreveram nesta edição. O Brasil liderou o ranking com 226 filmes inscritos, sendo 198 curtas e 28 longas. Pela 17ª Mostra ABD Cine Goiás, serão 82 curtas goianos.

A etapa seguinte é a de seleção das produções que participarão do festival e concorrerão aos prêmios. O festival ocorrerá de 16 a 21 de novembro, de forma 100% virtual. Devido às limitações próprias do cenário atual, este ano a premiação será toda em dinheiro, ou seja, não haverá distribuição de troféus físicos.

Para o secretário de Estado da Cultura, Adriano Baldy, esses números foram recebidos como comprovação da relevância que o Fica possui para o segmento de audiovisual não só brasileiro, mas para outros países. “Em meio às incertezas do momento, além de chegarmos à mesma média de inscrições das edições anteriores, teremos até filme da Sérvia concorrendo”, ressalta. O país em questão concorrerá com um curta-metragem.

Os outros países inscritos são Portugal, com três filmes (um longa e dois curtas); Peru (um longa e dois curtas); Colômbia, com dois curtas-metragens, Estados Unidos, com dois longas-metragens; e Irã (um longa e um curta).

Vão concorrer com um longa-metragem Argentina, Uruguai, Áustria e Malásia e com um curta-metragem Chile, Alemanha, Itália, Sérvia, Reino Unido e Holanda.

Premiação

No total, R$ 142,5 mil serão distribuídos em premiações que variam de R$ 2 mil a R$ 7 mil. Outra novidade do Fica 2020 é o prêmio José Petrillo, em forma de taxa de seleção, que pagará R$ 3,5 mil para cada longa-metragem e R$ 2 mil para cada curta-metragem selecionado. Essa premiação é acumulável com outras que o filme venha a receber.

Já as premiações destinadas à Mostra ABD serão de R$ 2,5 mil e R$ 2 mil nas categorias de melhor filme de ficção, melhor filme documentário, melhor filme experimental, melhor diretor, direção de fotografia, roteiro, atuação, melhor som, trilha musical e direção de arte.

A 21ª edição do Fica também tem como novidade o prêmio “Goiás do Futuro”, pensado especialmente para a cidade de Goiás, já que este ano o festival não será realizado presencialmente.

As inscrições dessa modalidade estão abertas até 23 de outubro e somente cidadãos vilaboenses podem concorrer – uma vez que o objetivo é contribuir com a geração de renda no município e alavancar o turismo na região, com ideias que visem tornar Goiás mais sustentável e inovador.

Homenagem

O homenageado do Fica 2020 será o jornalista Washington Novaes, que faleceu em agosto deste ano. Ele foi um dos principais nomes no jornalismo e audiovisual ambiental e despertou a atenção do Brasil e do mundo para o Cerrado.

Para celebrar e homenagear a carreira do jornalista, o Fica exibirá, em sua programação, alguns de seus mais importantes trabalhos na Mostra Washington Novaes.

Secretaria de Estado da Cultura (Secult) – Governo de Goiás

 

Deixe um comentário