Ad
Home Destaques “Renovadora e reveladora do mundo A humanidade se renova no teu ventre.”

Nossos valores – o Dia das Mães!

Publicado: 10.05.2021

Mais uma semana que começa de forma sensacional, onde encontramos os valores familiares, em especial, com as comemorações do Dia das Mães, que neste ano foi celebrado no dia 9 de maio – o segundo domingo de maio.

Emoções que devem ser vividas; pois, afinal, sempre que falamos sobre gestão, e propondo novas rotas para as nossas cidades goianas, é com o objetivo de trazermos o bem-estar para todos os cidadãos, para todas as famílias… E é isso que importa! Termos uma cidade acolhedora e com foco no bem-estar do cidadão!

E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

E, parabenizando todas as mães, altera-se o foco deste articulista, deixando a gestão de lado e tratando do objetivo principal de toda a gestão, e fazendo-se singela homenagem às mães que, por certo, nos inspiram a fazer mais, a prosperar mais!

Nos versos encantadores da Goiana Leodegária de Jesus (1), e com a grafia da época, em livro organizado pela também escritora goiana Darcy França Denófrio (2),

Parabéns a todas as Mães!

“Mater

A’ minha Mãe.

Mãe, é teu nome para mim um hymno

Maravilhoso, de celeste encanto.

Oh! Como é doce, carinhoso e santo,

Pleno de graça, immenso, e até divino!

Minha mãe, minha mãe, só a teu lado,

Eu sinto-me feliz. O teu sorriso

E’ para mim sonhado paraiso,

O teu sorriso puro immaculado.

Tu és meu anjo tutelar e amigo.

E’s o thesouro que feliz bemdigo,

<<Formosa estrella que encontrei na vida!>>

Quizera ver-te, num altar brilhante,

E eu de joelhos, tua filha amante,

A venerar-te, minha mãe querida.”

E encerro este artigo, família, bem Dia das Mães…

E, finalizando este artigo, não poderíamos deixar de citar Cora Coralina (3), amiga de Leodegária de Jesus, lembrada por Laís Barros Martins (4) em sua assertiva de que Cora “canta a potente matriz feminina que nos atravessa a todos.”, dando-se destaque aos versos iniciais de seu poema Mãe…

“Renovadora e reveladora do mundo
A humanidade se renova no teu ventre.”

E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

Parabéns, Mamães!

Brigadeiro Bragança

Comandante da Base Aérea de Anápolis em 2008-2009

  • Leodegária de Jesus, nascida em 8 de agosto de 1889, em Caldas Novas – a primeira mulher a publicar livro de poemas em Goiás. Escreveu o seu livro Corôa de Lyrios em 1906. O poema Mater foi registrado na obra Lavra dos Goiases III, de Darcy França Denófrio.
  • Darcy França Denófrio nasceu na fazenda Nova Aurora, hoje município de Itarumã em Goiás, no dia 21 de julho de 1936. Autora de mais de duas dezenas de livros, distribuídos nas áreas de didática, crítica e literária.
  • Cora Coralina (Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas), nasceu na Cidade de Goiás, no dia 20 de agosto de 1889. Cora, é uma das autoras mais reconhecidas da literatura brasileira.
  • https://lunetas.com.br/17-poemas-para-maes/

Deixe um comentário