Ad
Home Destaques Agronegócio corresponde a 80,6% das exportações em maio em Goiás

Itens mais comercializados no Estado, no período, foram complexo soja, complexo carnes e complexo sucroalcooleiro. Exportações do agro chegaram a 753,6 milhões de dólares

Publicado: 08.06.2021

O agronegócio foi responsável por 80,6% do total exportado por Goiás no mês de maio, segundo dados divulgados pelo Comex Stat do Ministério da Economia e compilados pela Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). No mês de maio, do total de 934,7 milhões de dólares exportados pelo Estado, 753,6 milhões de dólares foram oriundos do agronegócio.

O complexo soja lidera o ranking com 550,6 milhões de dólares (71,3%) exportados no mês de maio, seguido pelo complexo carnes 145,7 milhões de dólares (19,3%) e o complexo sucroalcooleiro, com 26 milhões de dólares (3,4%). Também foram destaques as exportações de couros (14,8 milhões de dólares), demais produtos de origem animal, como gelatinas (6,6 milhões de dólares) e cereais, farinhas e preparações (4,5 milhões de dólares).

Os países que mais compraram do agronegócio goiano, no mês de maio, foram a China (462,4 milhões de dólares), Paquistão (39,1 milhões de dólares) e Espanha (33,3 milhões de dólares). Na sequência aparecem Bangladesh (19 milhões de dólares), Tailândia (17,6 milhões de dólares), Estados Unidos (14,3 milhões de dólares) e Hong Kong (12,9 milhões de dólares).

Acumulado do ano
De janeiro a maio, as exportações do agronegócio goiano somam 3,03 bilhões de dólares. Do total, o complexo soja representa 68,3% das exportações do agro (2,07 bilhões de dólares), o complexo carnes 20,4% (618,62 milhões de dólares) e o complexo sulcroalcooleiro 3,8% (114,32 milhões de dólares).

Conforme avalia o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, o agronegócio tem sido responsável, em boa parte, por manter a economia brasileira competitiva. “Quando falamos do peso das exportações do agro na balança goiana, estamos falando não só de uma economia positiva com geração de divisas ao Estado, mas principalmente na criação e manutenção de empregos, tanto no campo, quanto na indústria, que beneficiam os municípios e sua população”, salienta.

Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Deixe um comentário