Ad
Home Destaques Chegada de novas empresas acelera retomada econômica de Anápolis

Nos dois primeiros meses deste ano foram contabilizadas 343 novas empresas na cidade

Publicado: 06.04.2022

Foto: arquivo

Após dois anos de pandemia, o município de Anápolis segue em retomada econômica, e a abertura de empresas é um dos indicadores que mostram essa realidade. Segundo dados da Junta Comercial do Estado de Goiás (JUCEG), em 2022 houve um aumento de 10% em novos registros de CNPJs se comparados os anos de 2021 com 2020. De janeiro a fevereiro deste ano já foram contabilizadas a chegada de 343 novas empresas na cidade.

No confronto entre abertura e encerramento de atividades comerciais, os números também são favoráveis. De 2020 a início de 2022 foram 4.933 novos CNPJs e o quantitativo de empresas que fecharam suas portas foi de 1.591, no mesmo intervalo de tempo, ou seja, o número de abertura foi três vezes maior.

As dez primeiras atividades comerciais do ranking em Anápolis foram de consultoria em gestão empresarial, ligada a escritórios de prestação de serviços contábeis, controle de orçamento, consultoria em comunicação e relações públicas e gestão de negócios; seguida de serviços combinados de escritório e apoio administrativo.

Na terceira posição vem a construção de edifícios; seguida de preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo; comércio varejista de mercadorias em geral; serviços de engenharia; comércio varejista de artigos de vestuário; atividade médica ambulatorial restrita a consultas; restaurantes e similares; e representantes comerciais e agentes do comércio de mercadorias em geral. Juntas, elas representam 32% das atividades comerciais abertas de janeiro a fevereiro deste ano.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio, Trabalho, Emprego e Renda, Alex Martins, os dados divulgados refletem os esforços no incentivo ao empreendedorismo em Anápolis. “Essa é uma ferramenta fundamental para a geração de emprego e renda, por isso a Prefeitura está empenhada na promoção de cursos de qualificação na área de gestão e finanças, além de um acompanhamento muito próximo das micro e pequenas empresas por meio do nosso Espaço do Empreendedor”, disse.

Deixe um comentário