Ad
Home Últimas Notícias Com mais de 800 atletas, começa a Copa Quilombola

São 39 equipes para disputar a competição, sendo sete femininas e 32 no masculino, representando 32 comunidades de 26 municípios. São mais de 800 atletas e um total de mais de 2 mil pessoas envolvidas na competição

Torneio de futebol realizado pelo Governo de Goiás por meio do Goiás Social promove integração e valorização de povos tradicionais. O evento terá seis etapas regionais e final em Cavalcante, cidade com a maior comunidade remanescente de quilombos do Brasil

Publicado: 02.06.2022

A Copa Quilombola está chegando! Voltado para as comunidades remanescentes de quilombos de Goiás, o torneio realizado pelo Governo de Goiás, por meio do programa Goiás Social, terá sua edição 2022 em junho. Ao todo, serão seis etapas regionais, disputadas em três finais de semana, na fase classificatória.

A rodada de abertura, em Piracanjuba, será entre os dias 3 e 5 de junho. Em seguida, as partidas serão nos municípios de Posse, Niquelândia, Alto Paraíso, Iporá e Pirenópolis. Os campeões avançam à fase final, que será disputada em Cavalcante, no Nordeste goiano.

Ao todo, são 39 equipes inscritas para disputar a competição, sendo sete femininas e 32 no masculino, representando 32 comunidades de 26 municípios. São mais de 800 atletas e um total de mais de 2 mil pessoas envolvidas na competição.

Coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, explicou que a Copa Quilombola é mais uma ação do Goiás Social para promover inclusão e o desenvolvimento social em comunidades remanescentes de quilombos. “O Goiás Social é esse grande projeto criado pelo governador Ronaldo Caiado para que todas as secretarias de governo possam dar a sua contribuição para a área social. Agora chegamos com mais uma ação para as comunidades quilombolas, desta vez promovendo a integração por meio do esporte”, comemorou.

“Sempre digo que nosso papel é fomentar o esporte em todos os seus aspectos e ambientes, das grandes cidades aos municípios de pequeno porte, e agora também estamos olhando para as comunidades quilombolas, população que historicamente esteve à margem das políticas públicas no esporte. A Copa Quilombola será um grande marco para a integração por meio do esporte nas nossas comunidades tradicionais”, destacou o secretário de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues.

Superintendente de Paradesporto e Fomento Esportivo da Seel, Roberta Wendorf, também avalia a Copa Quilombola como marco esportivo e cultural para Goiás. “As comunidades quilombolas do nosso Estado têm uma bagagem cultural e histórica muito rica. Temos a maior comunidade quilombola remanescente do Brasil em Goiás, em Cavalcante. A Copa Quilombola não vai ser apenas um evento esportivo, mas também uma oportunidade de integrar e promover a cultura dos nossos povos tradicionais, valorizando uma página fundamental da nossa história”, enfatizou a superintendente.

A Copa Quilombola é um evento da Superintendência do Paradesporto e Fomento Esportivo, fomentado pelo Fundo de Proteção Social (Fundo Protege), em ação do Goiás Social, projeto do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), do Governo de Goiás. A competição é realizada em parceria com os municípios.

Fonte: Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel)

Deixe um comentário