Ad
Home Últimas Notícias Trio é preso por aplicar golpes usando nome de médica, em Goiânia

A Polícia Civil apresentou uma quadrilha presa suspeita de aplicar golpes em lojas de grife em Goiânia. Três pessoas, sendo duas mulheres e um homem, foram detidas na quarta-feira (13/05). Segundo a polícia, os suspeitos usavam o nome de uma médica conhecida dos lojistas para pedir a entrega de roupas, óculos e relógios de marcas famosas, mas não pagavam pelos produtos.

Em um dos pedidos feito pela quadrilha, o valor total chega a R$ 14.207,10. Dentre as peças, havia um item com preço superior a R$ 1 mil.

De acordo com a Polícia Civil, as duas mulheres eram as responsáveis por ligar nos estabelecimentos. Elas se passavam por representantes da médica. Já o homem preso, que é irmão de uma das suspeitas, é apontado como o responsável pelo transporte das mercadorias. Ele se apresentava nas lojas como um mototaxista de confiança da cliente da loja.

O esquema só foi descoberto quando a quadrilha contratou um mototaxista, que segundo a polícia não sabia do golpe, para buscar produtos em uma ótica. Os vendedores desconfiaram que o homem realmente fosse funcionário da médica e acionaram os policiais.

Segundo apurou a Polícia Civil, as mercadorias eram revendidas em uma loja que funcionava na casa dos próprios suspeitos, no Jardim Europa. Parte das roupas foi encontrada no local. Uma das vítimas, a empresária Juliana Costa, afirma ter recuperado sete peças dentre as 29 roubadas pelo grupo.

O trio foi encaminhado ao 20º Distrito Policial de Goiânia.

foto (2)

(Com G1)

Deixe um comentário