Image
Home Últimas Notícias Comércio anapolino ganha fôlego com Dia dos Namorados

O clima do Dia dos Namorados está no ar aquecendo as vendas nas lojas de Anápolis. E as perspectivas são otimistas. Conforme pesquisa divulgada pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) esta semana, o gasto médio do anapolino com presentes para a data será de R$ 235. De acordo com a entidade, a expectativa apurada supera a dos gastos realizado ano passado, que ficaram em torno de R$ 200.

A pesquisa foi realizada com uma amostra aleatória de 400 consumidores, entrevistados em pontos onde ocorrem as maiores concentrações de consumidores na cidade, no período de 14 a 19 de maio de 2015. A metodologia adotada para escolha total da amostra apresenta um índice de confiança de 95% e um erro amostral de 4,33%.

Dados obtidos:

Pessoas presenteadas – 39% não pretendem presentear ninguém no dia dos namorados;29% – o seu cônjuge;28% dos entrevistados pretendem presentear os namorados ou namoradas e 4% presentearão os noivos.

Valor do presente – 37% pretendem gastar entre R$50,01 e R$100,00 com o presente;32% entre R$100,01 e R$200,00;24% gastarão entre R$200,01 e R$500,00;5% pretendem gastar entre R$20,01 e R$50,00 e 2% – não sabem quanto irão gastar.

Presente a ser comprado – das pessoas que pretendem presentear alguém, 22% presentearão com perfumes;15% – ainda estão indecisos sobre qual presente comprar;13% pretendem dar calçados;12% com itens de vestuário, que nesta pesquisa, surpreendentemente não ficou na liderança como de costume; 8% presentearão com flores; 8% pretendem comprar celulares para a pessoa amada;7% com acessórios, tais como carteiras, cintos, bolsas e bijuterias;6% – joias; 3% pretendem passar uma noite romântica com o(a) companheiro(a);3% – eletrônicos e o mesmo percentual (3%) – outros tipos de presente.

Local de Compra – 43% pretendem comprar o presente no comércio de rua da cidade; 32% – em lojas localizadas nos shoppings; 7% procurarão pelo presente em floriculturas;6% presentearão com produtos comprados em camelódromos;4% – em galerias e5% na internet. Outros locais, tais como restaurantes e supermercados, somam 3% da preferência.

Forma de pagamento – 70% pagarão o presente em dinheiro; 28% usarão cartões de crédito; 1% pagará pelo presente com crediário; e 1% – com cheques.

O que as pessoas gostariam de ganhar – a maioria, 29% -não sabe o que gostaria de ganhar ou se contentaria com qualquer presente;já os itens de vestuário ficam com 14% da preferência dos entrevistados; os celulares – com 8% eo mesmo percentual (8%) – outros tipos de presentes. Já a preferência por perfumes fica com 7%; flores –6%; para os eletrônicos – 6%;o mesmo percentual (6%) – para calçados; 4% – joias; 4% acessórios; 3% – viagem; 2% – dinheiro e3% gostariam de ganhar um namorado.

A média geral de pretensão de gastos este ano ficou em aproximadamente, R$235,00.

Deixe um comentário