Home Política PSDB elege novo diretório com foco na eleição de 2016

O partido promete expandir suas bases calcado na força que o governador Marconi Perillo tem na cidade e abrir diálogo com a população para um projeto de administração

MARCOS VIEIRA

O PSDB elegeu seu novo diretório em Anápolis na noite da última quinta-feira (11) com foco na disputa eleitoral de 2016. O partido promete expandir suas bases calcado na força que o governador Marconi Perillo tem na cidade, garantir o crescimento na Câmara Municipal e lançar um nome a prefeito com potencial de vitória.

Trata-se da busca de uma nova rota a partir de uma experiência traumática em 2012, quando o PSDB conseguiu às duras penas manter as duas cadeiras no Legislativo e apenas compôs chapa com o DEM, em uma eleição que o PT alcançou 88,93% dos votos dos anapolinos no primeiro turno, reelegendo Antônio Roberto Gomide.

O novo presidente do PSDB de Anápolis, o vereador licenciado Fernando Cunha, atualmente na Superintendência do Produzir/Fomentar, diz que a sigla está focada em três vertentes. A primeira é conseguir filiações de pessoas que tenham a mesma ideologia tucana e que demonstrem disposição em disputar o pleito. Ele revela que a perspectiva é dobrar o número de vereadores a partir de 2017.

Fernando afirma que o partido tem quadros bons e importantes para a disputa da chapa majoritária – e o lançamento de um candidato a prefeito é ponto certo entre os membros do diretório. Depois do período de filiações, o PSDB passa então a buscar um diálogo com os partidos da base de Marconi Perillo, com o objetivo de formação de um palanque forte.

“Por fim, e o mais importante depois da formação dos nossos quadros, será o diálogo com a comunidade. Temos que conversar com o cidadão anapolino para que a gente possa desenvolver um projeto consistente para que possamos, ao final de tudo, alcançar a prefeitura”, explica o novo presidente. Esse trabalho de base prometido por Fernando Cunha sempre foi muito cobrado por membros da agremiação. “É preciso ir ao encontro da população, levantar o que ela deseja. Isso para que a gente possa fazer um amplo projeto e mostrá-lo no período eleitoral”.

O ex-prefeito Adhemar Santillo também defende que levar a proposta do PSDB a todos os “recantos da cidade” precisa ser a missão dos tucanos a partir de agora. “Vamos trabalhar na mobilização, na vinda de companheiros que estejam afastados e de gente nova que queira participar e preparar todo esse campo até setembro. Isso porque já a partir de outubro teremos que estar com o quadro praticamente formado”.

A ex-deputada Onaide Santillo, hoje na Superintendência dos Direitos Humanos do Governo de Goiás, acredita que o PSDB deve aproveitar o exemplo da gestão de Marconi Perillo na disputa municipal. “Porque ele faz um excelente governo, um trabalho de pés firmes no chão e está conseguindo levar o Estado com muita economia e muita garra”.

O superintendente de Indústria e Comércio Victor Hugo Queiroz é enfático ao dizer que o PSDB terá candidato a prefeito. “Isso não tenha dúvida. É aquilo que o governador sempre diz: time que não entra em campo não tem torcida. Então o PSDB não vai entrar só para participar. Vai entrar para disputar e para ganhar as eleições”. Segundo ele, durante muito tempo o PSDB foi “coadjuvante”. “Chegou a hora de ser protagonista”, completou.

O deputado federal Alexandre Baldy também ressaltou que o PSDB terá candidato a prefeito de Anápolis no próximo ano. Sobre a possibilidade de ele disputar o cargo, disse que é cedo para discutir nomes, mas que todos que estão na vida pública “sempre precisam estar à disposição de todas as lutas”. “Meu nome está à disposição diante de qualquer desafio com o objetivo de melhorar, seja nossa cidade, seja nosso Estado”.

O agora ex-presidente do PSDB Valto Elias disse que conclui seu segundo mandato no comando do diretório municipal com a sensação de dever cumprido. Segundo ele, ele entrega a agremiação saneada para o vereador Fernando Cunha e pronta para experimentar uma nova etapa de crescimento.

Deixe um comentário